Meteorologia

  • 15 JUNHO 2019
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 17º

Edição

Milhares de pinguins bebés morreram afogados na Antártida

Catástrofe aconteceu em 2016 e afecta uma espécie

Milhares de pinguins bebés morreram afogados na Antártida

Milhares de crias de pinguins morreram afogados, na Antártida, quando a plataforma de gelo onde estavam a ser criados se partiu. A catástrofe, escreve a BBC, aconteceu em 2016 e desde então os cientistas não vêem sinais de que a população tenha sido reposta. 

A população de pinguins imperador - espécie em vias de extinção - que havia estabilizado numa média entre 14 mil e 25 mil casais durante décadas (cerca de 5-9% da população global), desapareceram da noite para o dia. 

Os pinguins desta espécie são dos mais pesados e precisam que a placa de gelo escolhido para reproduzir se aguente entre abril até dezembro, altura em que as crias já estão aptas a voar.

Quando o gelo se parte antes de os pinguins terem penas suficientes para nadar, estes acabam por morrer afogados.

Tal acontece devido a uma mudança no tempo que trouxe instabilidade do gelo marinho, acabando por não resistir às tempestades e ventos de outubro e novembro. 

A catástrofe foi agora revelada por uma equipa da British Antarctic Survey (BAS) à revista Antarctic Science

Foi através de imagens de satélite que a equipa de investigadores deu pelo desaparecimento dos pinguins bebés da Plataforma Brunt, uma vez que é possível ver os excrementos dos animais no branco do gelo a mais de 800 quilómetros.

De acordo com os investigadores, nos últimos três anos, os pinguins imperador evitaram reproduzir-se ou mudaram de sítio para o fazer. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório