Meteorologia

  • 16 JUNHO 2019
Tempo
21º
MIN 19º MÁX 24º

Edição

Estas Irmãs conseguem quase um milhão/ano a cultivar e vender marijuana

Negócio criado na Califórnia está em destaque num documentário divulgado este mês.

Estas Irmãs conseguem quase um milhão/ano a cultivar e vender marijuana

Christine Meeusen, agora conhecida como Irmã Kate, fundou as ‘Irmãs do Vale’ na Califórnia em 2011, com apenas 12 plantas de canábis. Agora, tem um negócio que, literalmente, floresce, com lucros que chegam aos 984 mil euros anuais.

As ‘Irmãs do Vale’, como se auto-intitulam, são um grupo espiritual sem relação com qualquer religião e que mantém uma postura ativista em relação ao mercado dos produtos com canabidiol (CBD), óleo extraído das sementes de cânhamo (Cannabis sativa L.).

“Não gostamos da lei do homem branco. Os agricultores são muito lentos na adaptação a novas ideias, as pessoas parecem presas nos anos 50 com as suas ideias sobre o uso de canábis para efeitos medicinais”, indicam, citadas pelo Independent.

A Irmã Kate, de 60 anos de idade, falou um pouco sobre o negócio num documentário divulgado este mês, ‘Breaking Habits’ (‘Romper com os hábitos’, em tradução literal), realizado pelo britânico Rob Ryan.

O objetivo do grupo é a produção e venda de produtos medicinais a partir de plantas, incluindo a marijuana. As Irmãs fazem tudo, desde o cultivo ao processamento e infusão, passando também pela embalagem e envio dos produtos medicinais.

“Pretendemos ter núcleos em todas as cidades e províncias ao longo dos próximos 20 anos”, indicou a Irmã Kate, sobre as ideias de expansão do negócio, que só contrata mulheres.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório