Meteorologia

  • 21 ABRIL 2019
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

Taiwan diz que laços com Washington estão "mais fortes do que nunca"

O Governo de Taiwan declarou hoje que os laços com Washington "estão mais fortes do que nunca", numa altura de renovadas tensões da ilha e dos Estados Unidos com a China, foi hoje noticiado.

Taiwan diz que laços com Washington estão "mais fortes do que nunca"
Notícias ao Minuto

10:58 - 17/04/19 por Lusa

Mundo Governo

"Os laços entre Washington e Taipei estão mais fortes do que nunca", disse à agência de notícias Efe o ministro dos Negócios Estrangeiros da ilha, Joseph Wu, apelidando os Estados Unidos de "melhor aliado".

Os dois países comemoraram na terça-feira, em Taipé, o 40.º aniversário do "Ato de Relações com Taiwan, que reafirmou o compromisso dos Estados Unidos com a ilha - nomeadamente através da venda de armas - mesmo depois do EUA terem estabelecido relações diplomáticas com Pequim, em 1979.

Taiwan, a ilha onde se refugiou o antigo governo chinês depois de o Partido Comunista tomar o poder no continente, em 1949, assume-se como República da China, e funciona como uma entidade política soberana.

Atualmente, é alvo de uma pressão sem precedentes da China, que defende a "reunificação pacífica", mas ameaça "usar a força" caso Taiwan declare independência.

Desde 2016, após as eleições da Presidente Tsai Ing-wen, do Partido Progressista Democrático (DPP), pró-independência, em Taiwan, e de Donald Trump, nos EUA, Washington tem tomado várias medidas para apoiar Taiwan nos campos político e militar.

Além disso, a partir de 2018 - ano em que a China rompeu laços diplomáticos com Burkina Faso, República Dominicana e El Salvador - os Estados Unidos declararam repetidamente a sua oposição a que outros países rompessem as suas relações com Taiwan.

No mesmo ano, Washington comprometeu-se a facilitar a entrada da ilha em organismos internacionais como a Organização Mundial de Saúde, e está atualmente a gerir a venda de tanques e caças F-16V, além de ter melhorado os caças F-16A/B já disponíveis na ilha.

Taiwan, por sua vez, juntou-se à Corporação para Investimentos Privados Internacionais (OPIC) e compete com instituições financeiras criadas pela China para apoiar empréstimos ligados à iniciativa chinesa "Uma Faixa, Uma Rota".

A ilha intensificou também as críticas à China no campo dos direitos humanos e atividades militares, e apoiou a política dos EUA no Indo-Pacífico.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório