Meteorologia

  • 18 ABRIL 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 14º

Edição

Morreu uma tartaruga rara no mundo, com 90 anos. Já só restam três

Inseminação artificial seria a "última hipótese de sobrevivência" da espécie, mas fêmea acabou por morrer.

Morreu uma tartaruga rara no mundo, com 90 anos. Já só restam três
Notícias ao Minuto

12:08 - 15/04/19 por Notícias Ao Minuto 

Mundo China

Uma tartaruga gigante de carapaça mole do Yangtze, uma das espécies mais raras do mundo, morreu num jardim zoológico da China, avança a BBC.

A tartaruga fêmea, que tinha 90 anos, morreu este sábado à noite na sequência de um procedimento de inseminação artificial, no jardim zoológico de Suzhou, no sul da China.

Embora ainda não exista um relatório oficial da causa de morte, a imprensa local aponta a inseminação artificial como a causa provável, alegando que provocou complicações na saúde do animal. A CNN, porém, refere que não houve complicações durante o processo.

A inseminação artificial desta fêmea seria a "última hipótese de sobrevivência" da espécie, conforme se noticiou em 2017.

Alega-se que seria a última fêmea da espécie, mas não é facto confirmado porque se desconhece o género de dois outros exemplares. Um dos últimos três exemplares vivos está em cativeiro, no mesmo jardim zoológico chinês, e os outros dois, cujo género não é conhecido, vivem em ambiente selvagem no Vietname.

A espécie também conhecida como Rafetus Swinhoei, está em perigo crítico de extinção, conforme a classificação atribuída pela IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza). As principais causas são a caça, pesca e a destruição do seu habitat natural.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório