Meteorologia

  • 26 MAIO 2019
Tempo
18º
MIN 15º MÁX 22º

Edição

Merkel favorável a um adiamento além do pedido por Londres

A chanceler alemã manifestou-se hoje favorável a um adiamento da saída do Reino Unido da União Europeia ('Brexit') além de 30 de junho, prazo pedido por Londres, a poucas horas de um Conselho Europeu extraordinário dedicado a este dossiê.

Merkel favorável a um adiamento além do pedido por Londres
Notícias ao Minuto

13:58 - 10/04/19 por Lusa

Mundo Brexit

"Sou da opinião (...) que devemos permitir um prazo razoável" aos partidos políticos britânicos para negociar uma saída da crise e, portanto, é "muito provável que (o prazo acordado pela União Europeia) seja mais longo do que o pedido pela primeira-ministra britânica (Theresa May)", declarou Angela Merkel, diante dos deputados alemães.

Os líderes europeus reúnem-se hoje num Conselho extraordinário em Bruxelas para discutir o pedido de Theresa May para um adiamento da data de saída para 30 de junho. Londres fez este pedido depois do acordo de saída negociado com a União Europeia (UE), e defendido por May, ter sido rejeitado três vezes pelo Parlamento britânico.

Na terça-feira, o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, defendeu que a UE deve conceder ao Reino Unido uma extensão longa do Artigo 50.º, para evitar que o processo do 'Brexit' prossiga com uma série de curtas extensões e cimeiras de emergência.

Uma possível prorrogação do prazo tem de ser aprovada por unanimidade, ou seja, por todos os outros 27 Estados-membros que integram o bloco comunitário. Caso não seja concedida, o Reino Unido arrisca-se a sair da UE sem acordo já na próxima sexta-feira (dia 12 de abril).

Aos deputados alemães, Angela Merkel frisou que um 'Brexit' sem acordo "não é do interesse" da Alemanha.

A chanceler alemã realçou, no entanto, que o Reino Unido terá a possibilidade de sair da UE "mais rápido", antes do fim do prazo de adiamento, se Londres conseguir "votar o acordo de saída".

Na terça-feira, após um encontro com May em Berlim, a chanceler alemã considerou "possível" um adiamento "até ao início de 2020", segundo relatou uma fonte que participou numa reunião da CDU (União Democrata-Cristã), o partido de Merkel, citada pelas agências internacionais.

Diante dos deputados alemães, Merkel sublinhou hoje novamente que, em caso de um adiamento prolongado, Londres deverá organizar eleições europeias e participar "de forma construtiva" nos processos de decisão no seio da UE.

Na segunda-feira, o Governo britânico estabeleceu medidas para preparar uma eventual participação nas eleições europeias a 23 de maio.

Merkel também avançou que irá encontrar-se hoje com o Presidente francês, Emmanuel Macron, antes do Conselho extraordinário, para tentar encontrar um compromisso sobre o prazo de adiamento a atribuir aos britânicos.

"Existirá hoje, antes do Conselho Europeu, uma reunião entre mim e o Presidente francês para acertar ainda as nossas posições e acho que vamos chegar hoje a um resultado que não será fracassado por um desacordo franco-alemão", concluiu.

Theresa May também esteve na terça-feira em Paris, onde foi recebida por Macron.

Após o encontro, a Presidência francesa afirmou que Paris "não está contra a construção de uma outra solução" que afaste a saída do Reino Unido da UE sem qualquer acordo, mas salientou que quer "certos limites" e não "a qualquer preço".

Em 21 de março passado, os líderes da UE recusaram a data de 30 de junho proposta por May, que volta a colocá-la em cima da mesa, agora com o compromisso de o Reino Unido realizar eleições europeias se não conseguir aprovar a lei para o 'Brexit' até ao escrutínio, que se realiza entre 23 e 26 de maio.

Quase três anos depois do referendo de 23 de junho de 2016, que decidiu a saída do Reino Unido da UE, o processo do 'Brexit' e os termos da futura relação entre Londres e o bloco comunitário composto por outros 27 países têm estado marcados nos últimos meses pela incerteza e pela imprevisibilidade.

Inicialmente, a data da saída britânica estava agendada para 29 de março.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório