Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2019
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

Bayer condenada a pagar 71 milhões a homem com cancro

Farmacêutica alemã foi considerada culpada pela segunda vez num caso de cancro que envolve o herbicida Roundup.

Bayer condenada a pagar 71 milhões a homem com cancro

Um júri norte-americano condenou, esta quarta-feira, a empresa farmacêutica Bayer a pagar uma indemnização de  81 milhões de dólares (71 milhões de euros) a um homem com cancro, que se provou ter sido provocado por um dos herbicidas manufacturados pela gigante alemã.

O herbicida Roundup, recorde-se, foi considerado no dia 19 de março um "fator substancial" no cancro desenvolvido pelo septuagenário Hardeman.

O tribunal de San Francisco decidiu que a Monsanto Co., que é detida pela Bayer desde 2018, foi negligente na comercialização do produto, não avisando os clientes dos riscos, explica o Wall Street Journal.

A multa consiste, portanto, em duas fatias: 5 milhões de dólares (4,4 milhões de euros) para compensações e 75 milhões de dólares (66 milhões de euros) em punições.

Esta é a segunda derrota da Bayer no caso do herbicida Roundup. Em agosto, um veredito histórico condenou o grupo agroquímico a pagar 289 milhões de dólares (255 milhões de euros) a um jardineiro doente com cancro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório