Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 8º MÁX 13º

Edição

Porta-voz disse a deputada com bebé que não era bem-vinda no parlamento

“Não é bem-vinda com a sua criança no hemiciclo deste parlamento”, disseram-lhe, por estar com a sua bebé de cinco meses.

Porta-voz disse a deputada com bebé que não era bem-vinda no parlamento

Mette Abildgaard, uma deputada dinamarquesa, terá sido ordenada a sair do parlamento por estar com a sua bebé de cinco meses. “Não é bem-vinda com a sua criança no hemiciclo deste parlamento”, ter-lhe-á dito a presidente do mesmo, Pia Kjaersgaard, antiga líder do Partido Popular Dinamarquês (DFP, na sigla original).

A atuação da porta-voz do parlamento apanhou a deputada conservadora de surpresa. “Não pedi permissão para levar a bebé porque já tinha visto outra colega com uma criança no hemiciclo sem problemas”, indicou Mette, numa denúncia feita através do Facebook, citada pelo Guardian.

Mette Abildgaard, com cerca de 30 anos, integra o Partido Popular Conservador (DKF), que faz parte da coligação de centro-direita que lidera o país, e indicou na mesma publicação que a sua filha não fez barulho. “Ela estava bem disposta e tinha uma chupeta na boca”, escreveu.

A porta-voz do parlamento não lhe passou a ordem diretamente, passou a mensagem através de um assistente. A deputada entregou a filha a uma colega e voltou ao hemiciclo para concluir uma sessão de voto.

Questionada pelos jornalistas, sendo já conhecida a denúncia da deputada, Pia Kjaersgaard não voltou atrás. “O hemiciclo é para os deputados, não para bebés ou crianças”, indicou, numa posição que surpreende num país que está vanguarda dos direitos das mulheres e da igualdade de género.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório