Meteorologia

  • 23 MARçO 2019
Tempo
23º
MIN 22º MÁX 24º

Edição

Senador atingido por ovo após culpar muçulmanos por ataque a mesquitas

Fraser Anning foi largamente criticado pelos seus comentários sobre o massacre em Christchurch.

Notícias ao Minuto

20:10 - 16/03/19 por Sara Gouveia 

Mundo Polémica

O senador australiano, Fraser Anning, esteve envolvido numa altercação com um adolescente durante um evento em Melbourne. O homem foi atingido por um ovo um dia depois de ter sido largamente criticado pelos seus comentários sobre o massacre em duas mesquitas de Christchurch, na Nova Zelândia, que resultou na morte de 49 pessoas.

Fraser Anning estava a ser entrevistado por um jornal australiano quando o jovem partiu o ovo contra a parte de trás da sua cabeça. Chocado, o senador volta-se para trás em direção ao adolescente e esbofeteia-o. De seguida continua a tentar agredir o jovem e os dois acabam por ter de ser separados.

O adolescente foi imobilizado por apoiantes de Anning, um deles fez-lhe uma chave ao pescoço, que durou algum tempo, mesmo antes de ter sido levado pela polícia. Acabou por ser libertado pouco depois sem acusações.

O incidente surgiu após o senador ter emitido um comunicado onde aparentava responsabilizar o programa de imigração neozelandês pelo ataque de sexta-feira. 

"A verdadeira causa do derramamento de sangue nas ruas da Nova Zelândia hoje é o programa de imigração que permitiu que os fanáticos muçulmanos migrassem para a Nova Zelândia, em primeiro lugar", escrevia no Twitter o senador. Tendo dito ainda que apesar de os muçulmanos serem as vítimas dos ataques, são também os responsáveis e culpou as mortes "em toda a religião do Islão", que é "o equivalente religioso ao fascismo".

O primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, foi dos primeiros a criticar os comentários de Fraser Anning, tendo-se seguido ambos os espetros políticos do país.

Recorde-se que o responsável pelo massacre nas duas mesquitas em Christchurch, na Nova Zelândia, foi identificado como Brenton Tarrant, um australiano de 28 anos, que deixou um manifesto anti-imigrantes de 74 páginas, onde procurou justificar as ações.

Pode ver acima - na galeria - o vídeo do incidente, já condenado por vários utilizadores devido ao grau de violência usado pelo senador e pelos seus apoiantes contra o jovem.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório