Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2019
Tempo
18º
MIN 11º MÁX 19º

Edição

Suspeito de matar Marielle recebeu transferência de milhares de euros

Dinheiro foi depositado na conta em outubro passado, sete meses após o assassinato de vereadora.

Suspeito de matar Marielle recebeu transferência de milhares de euros

Mulher, negra, lésbica e ativista pelos direitos humanos. Era assim Marielle Franco, uma vereadora em ascensão no Rio de Janeiro, que, a 14 de março do ano passado, foi assassinada juntamente com o motorista.

Um ano após o assassinato, há avanços e detenções na investigação ao crime.

Não se sabe ainda quem terá sido o mandante. Certo é que o policia militar (PM) reformado Ronnie Lessa e o ex-PM Élcio Vieira de Queiroz - que tinha sido afastado das forças policiais em 2015 - foram acusados pelo Ministério Público do Brasil pelos homicídios da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. Também Alexandre Mota de Souza, amigo de Élcio Vieira de Queiroz, foi detido.

O portal G1 dá conta de alguns dos detalhes recentes da investigação que estão agora a vir a público na imprensa brasileira. Uma das pistas - e que levou a que, além de prisão preventiva, o Ministério Público brasileiro tivesse pedido para que as contas dos suspeitos fossem bloqueadas - diz respeito a dinheiro.

Um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) apontou um depósito de cem mil reais (mais de 23 mil euros), feito em dinheiro, na conta do policia reformado Ronnie Lessa. O dinheiro foi colocado na conta sete meses após o homicídio, a 9 de outubro do ano passado.

Sabe-se também que as autoridades acreditam que Ronnie e Élcio estavam no Cobalt de cor prata, o veículo captado em câmaras de videovigilância que terá sido utilizado na noite doo assassinato.

Os dois suspeitos detidos negam o envolvimento na morte de Anderson e Marielle.

Nos dias seguintes ao assassinato, houve protestos, noemadamente no Rio de Janeiro, exigindo o avanço da investigação. Um ano depois, sabe-se mais mas há uma pergunta que se mantém sem resposta e que continuou em destaque nas redes sociais no Brasil por estes dias: "Quem mandou matar Marielle?".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório