Meteorologia

  • 15 OUTUBRO 2019
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 20º

Edição

Brexit sem acordo foi rejeitado. Adiamento é o próximo passo?

Parlamento votou um imprevisível 'hard Brexit'.

Brexit sem acordo foi rejeitado. Adiamento é o próximo passo?

Os deputados britânicos rejeitaram esta quarta-feira a saída do Reino Unido da União Europeia sem acordo, avança a BBC. A votação foi bastante equilibrada. 312 deputados da Câmara dos Comuns votaram a favor da rejeição de um Brexit sem acordo e 308 deputados votaram contra essa rejeição. 

Os deputados do parlamento britânico rejeitaram de uma forma esmagadora a segunda emenda, o 'Malthouse Compromise'. Esta emenda, sob a perspectiva de uma saída sem acordo, propunha o adiamento da data limite para o Brexit - agendado para o dia 29 de março - para 22 de maio. 374 deputados votaram contra e 164 votaram a favor desta emenda. 

A moção geral apresentada pelo governo de May relativamente a um Brexit sem acordo foi rejeitada por uma diferença de 43 votos. 321 deputados votaram a favor da rejeição da emenda do governo para o Brexit sem acordo e 278 votaram contra esse rejeição. A rejeição desta moção era previsível depois da primeira emenda ter sido rejeitada. 

O cenário de um 'hard Brexit' era visto como o mais imprevisível e mais receado. 

Depois da moção ser votada, Theresa May dirigiu-se ao parlamento. "Podíamos tentar negociar um novo acordo com a União Europeia, mas eles já disseram que o acordo em cima da mesa é o único possível", disse a primeira-ministra, que lembrou aos deputados que, se não chegarem a um entendimento para uma alternativa para o acordo estabelecido com Bruxelas, o padrão legal será a saída sem acordo. 

Theresa May também acrescentou que se a Câmara dos Comuns não aprovar um acordo nos próximos dias e não aceitar a saída sem acordo, então a opção será o prolongamento do Artigo 50 e da data limite para o Brexit, o que significa que o país que quer deixar o bloco europeu... teria de realizar eleições Europeias em maio. "Eu não creio que esse seria o desfecho certo", realçou May. 

A votação ao prolongamento do Artigo 50 vai acontecer esta quinta-feira. 

[Notícia atualizada às 20h16]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório