Meteorologia

  • 21 ABRIL 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 19º

Edição

Atrizes em rede de subornos para filhos entrarem nas universidades

O Departamento de Justiça norte-americano revelou na terça-feira uma rede de subornos milionários de famílias endinheiradas, como as das atrizes Felicity Huffman e Lori Loughlin, para facilitar o acesso dos filhos a universidades prestigiadas como Yale, Georgetown e Stanford.

Atrizes em rede de subornos para filhos entrarem nas universidades
Notícias ao Minuto

07:55 - 13/03/19 por Lusa

Mundo EUA

"Trata-se da maior fraude de admissão universitária alguma vez descoberta pelo Departamento de Justiça", asseverou o procurador-geral do Estado do Massachusetts, Andrew Lelling, numa conferência de imprensa em Boston.

Segundo Lelling, foram apresentadas acusações formais contra 50 pessoas, incluindo responsáveis das universidades, supervisores de exames, pais e treinadores.

"Desde princípios de 2011, e de forma continuada até ao presente, os acusados -- principalmente indivíduos cujos filhos estavam a candidatar-se à universidade -- conspiraram com outros para usar subornos e outras formas de fraude para facilitar a admissão dos seus filhos em universidades", lê-se no texto da acusação, citado pela agência de notícias espanhola Efe.

O promotor indicou que os estudantes não tinham conhecimento de que haviam entrado na universidade em resultado de subornos pagos pelos pais.

"Estes pais representam um catálogo de riqueza e privilégio. Incluem, por exemplo, presidentes do conselho de administração de empresas públicas e privadas, bem-sucedidos investidores financeiros e imobiliários, duas atrizes muito conhecidas e um famoso 'designer' de moda", precisou.

Algumas das universidades mencionadas no documento judicial são Yale, Georgetown, Stanford e a Universidade do Sul da Califórnia.

A estas e outras instituições de ensino superior de elite (da chamada 'Ivy League') os acusados pagaram, no total, 25 milhões de dólares.

No caso da atriz Lori Loughlin, conhecida pela sua participação na série televisiva "Full House" ("Três É Demais", título adotado em Portugal), ela e o marido, o 'designer' de moda Mossimo Giannulli, pagaram subornos no valor de 500.000 dólares para que as suas duas filhas fossem aceites na equipa de remo da Universidade do Sul da Califórnia, apesar de não praticarem esse desporto, e assim terem a admissão facilitada.

Outros pais pagaram para apresentar exames falsificados dos filhos e assim obter notas mais altas com o objetivo de entrarem nessas universidades, algumas das mais prestigiadas dos Estados Unidos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório