Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 18º

Edição

Menino escreve carta a CEO de companhia aérea e recebe a melhor resposta

A criança de dez anos adora aviões e resolveu enviar uma mensagem ao CEO da Qantas Airlines.

Menino escreve carta a CEO de companhia aérea e recebe a melhor resposta

Alex Jacquot, um adorável rapaz australiano de dez anos, tornou-se viral nas redes sociais depois de ter resolvido escrever uma carta a Alan Joyce, o CEO da Qantas Airlines.

Na nota escrita à mão, Alex começa por pedir a Alan que "por favor o leve a sério" antes de entrar numa discussão sobre os planos de negócio futuros e pedir alguns conselhos sobre como conseguir ter a sua própria companhia e pô-la a funcionar.

A Qantas publicou a carta completa na conta oficial de Twitter e revelou que Alan tinha respondido ao menino. "Os nossos rivais não nos costumam pedir conselhos, mas quando um líder de uma companhia aérea nos contactou, não podíamos ignorar", escreveram a acompanhar a fotografia da missiva, acrescentando ainda que "naturalmente só há uma forma de responder: de CEO para CEO".

A carta do menino dizia: "Sou Alex Jacquou, tenho dez anos (por favor leve-me a sério) e quero começar uma companhia aérea. Já comecei algumas coisas, como a decidir que tipo de aviões preciso, números de voo, catering e outros".

"Sou o CEO da companhia, que já agora se chama Oceania Express. Também contratei um CFO, um responsável de tecnologia, um responsável de manutenção, um diretor de serviços de embarque e um diretor de serviços legais, juntamente com o meu amigo Wolf (vice-CEO) somos co-fundadores", continuou, passando depois a expôr as suas dúvidas.

"Número um: Gosto de trabalhar na minha companhia. Sendo que estamos nas férias da escola, tenho mais tempo para trabalhar, mas não tenho nada para fazer (que me lembre). Tem algumas ideias do que posso fazer? Como é o CEO da Qantas pensei em perguntar-lhe. Número dois: Tem dicas sobre como começar uma companhia aérea? Ficaria muito grato por saber o que tem a dizer. Número três: Estou a pensar, como o Alan também, em usar um A350 para os voos entre Sydney/Melbourne e Londres. Tendo em conta que é um voo de 25 horas, estamos a ter muitos problemas em pensar em dormir. Tem alguns conselhos?".

O tweet tornou-se viral com mais de 200 mil retweets e mais de 58 mil gostos. Como resposta, Alan Joyce agradeceu ao jovem por lhe ter dado a conhecer a sua nova companhia áerea e disse já ter "ouvido rumores" de que iria entrar outra nova no mercado, passando depois aos conselhos pedidos pelo menino.

"A minha dica número um para começar uma companhia aérea é por a segurança como prioridade. E fazer o que for possível para fazer as viagens mais confortáveis e baratas possíveis para os passageiros", começou por dizer.

"Agora em relação aos teus problemas sobre sono nos voos. É algo com que também nos temos deparado, à medida que entramos no projeto Sunrise (o nosso plano para fazer os passageiros voar sem paragem entre a costa este da Austrália e Londres). Para ajudar com as dormidas estamos a ver designs diferentes de cabines para poder dar espaço para que os passageiros se estiquem e façam exercício", revelou.

No final convidou Alex para uma das reuniões do projeto Sunrise para que possam comparar notas e ofereceu-se para lhe fazer uma tour pelo Centro de Operações, onde pode ver todos os voos à volta do mundo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório