Meteorologia

  • 26 ABRIL 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 13º

Edição

Maduro diz que novo ataque "cibernético" impediu retorno da energia

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, denunciou hoje um novo ataque "cibernético" que terá impedido o restabelecimento da eletricidade em todo o país, que está confrontado com um "apagão" há mais de 48 horas.

Maduro diz que novo ataque "cibernético" impediu retorno da energia
Notícias ao Minuto

23:53 - 09/03/19 por Lusa

Mundo Venezuela

"Hoje, 9 de março, passámos para quase 70% [na recuperação de eletricidade] quando recebemos ao meio-dia outro ataque cibernético visando uma das fontes de energia que funcionava perfeitamente. Isto anulou tudo o que tínhamos conseguido", afirmou Nicolás Maduro, perante milhares de apoiantes reunidos em Caracas.

A Venezuela está mergulhada no caos devido a uma queda de energia que começou na quinta-feira às 17h00 locais (21h00 em Lisboa) e que afeta quase todo o país, embora a corrente tenha retornado parcialmente em alguns bairros de Caracas antes de ser cortada novamente.

De acordo com o Governo venezuelano, a falha de energia foi desencadeada por um primeiro ataque cibernético contra o sistema de controlo da principal hidroelétrica, El Guri, que fornece 80% da eletricidade ao país.

Muitos especialistas atribuem a falha de energia à falta de investimento do Governo de Maduro na manutenção da infraestrutura.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório