Meteorologia

  • 02 ABRIL 2020
Tempo
17º
MIN 7º MÁX 19º

Edição

Venezuela: Pedidos de asilo ascendem a 414.000 segundo a ONU

O número de pedidos de asilo de venezuelanos devido à crise económica e política ascendeu a 414.000, dos quais quase 60% foram apresentados em 2018, anunciou hoje o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR).

Venezuela: Pedidos de asilo ascendem a 414.000 segundo a ONU
Notícias ao Minuto

16:15 - 08/03/19 por Lusa

Mundo ACNUR

Em comunicado, o ACNUR indicou que dois terços dos pedidos foram registados na América Latina, onde a Colômbia, o Peru, o Chile e o Equador representam os principais países de acolhimento de migrantes e refugiados venezuelanos, enquanto os restantes foram verificados na América do Norte e na Europa.

"No atual contexto dos crescentes pedidos de cidadãos venezuelanos em países vizinhos, incluindo ex-membros das forças de segurança, o ACNUR reitera a necessidade de manter o caráter civil e humanitário do asilo", realçou este organismo da ONU.

O ACNUR explicou que os requerentes de asilo representam apenas uma parte dos 3,4 milhões de venezuelanos que deixaram o país nos últimos cinco anos como resultado da crise, um número que deverá ultrapassar os cinco milhões até ao final de 2019.

Este organismo da ONU lembrou que outros países da América Latina forneceram 1,3 milhões de autorizações de trabalhos e outros tipos de regularização a venezuelanos para terem acesso a serviços básicos, como saúde ou educação, ou ingressarem no mercado de trabalho.

O ACNUR também anunciou hoje a abertura do primeiro centro de acolhimento na cidade colombiana de Maicao para apoiar os refugiados que deixam a Venezuela.

Este centro de acolhimento, criado juntamente com as autoridades colombianas na cidade fronteiriça de Maicao, tem inicialmente capacidade para receber até 350 pessoas, indicou Andrej Mahecic, porta-voz do ACNUR, acrescentando que "tem a possibilidade de crescer" no futuro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório