Meteorologia

  • 29 JANEIRO 2022
Tempo
15º
MIN 9º MÁX 17º

Edição

Contra passado colonial, estas ilhas no Pacífico querem mudar de nome

As ilhas Cook receberam o seu nome graças a um explorador britânico.

Contra passado colonial, estas ilhas no Pacífico querem mudar de nome

Em pleno oceano Pacífico, a 'poucos' milhares de quilómetros da Austrália, há um pequeno arquipélago que é um dos países mais pequenos do mundo.

Falamos das ilhas Cook, um arquipélago composto por 15 pequenas ilhas, mais conhecido como destino turístico, com uma população inferior a 12 mil pessoas (segundo números de 2016 do CIA Factbook).

As ilhas Cook receberam o seu nome do antigo explorador britânico James Cook. A bandeira do país, aliás, deriva da britânica.

Os habitantes das ilhas Cook foram,, até 1900, protetorado britânico, tendo passado nessa altura a estar sob alçada da Nova Zelândia. Até que em 1965 a população local votou pela autodeterminação - mas em livre associação com a Nova Zelândia.

A uma rádio neo-zelandesa, Mark Brown, do governo das ilhas Cook, admitiu que o pequeno arquipélago está a pensar mudar de nome, adiantando que a ideia seria que o novo nome fosse polinésio, refletindo assim "a população indígena".

Em janeiro, num comité que contou com a participação do líder tribal Pa Marie Ariki, a proposta ganhou força. De então para cá, surgiram um total de 60 nomes. Destes saírão alguns para integrar uma lista final a partir da qual será escolhido um novo nome, um que deixe para trás o destaque dado ao passado colonial. A lista dos nomes que poderão vir a dar novo nome às ilhas Cook será conhecida no próximo mês.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório