Meteorologia

  • 26 OUTUBRO 2021
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

Presidente da Bolívia pede ao Grupo de Lima diálogo com a Venezuela

O Presidente da Bolívia, Evo Morales, apoiante de Nicolas Maduro, pediu hoje para que o Grupo de Lima, reunido na Colômbia, defenda a via do diálogo, para a crise da Venezuela.

Presidente da Bolívia pede ao Grupo de Lima diálogo com a Venezuela

No momento em que o Grupo de Lima, que junta 12 países das Américas, reúne na Colômbia, o Presidente socialista da Bolívia dirigiu-se pelo Twitter àquela organização pedindo uma solução pacífica para a crise que se vive na Venezuela.

"No respeito das nossas diferenças políticas e enquanto dirigentes democraticamente eleitos, peço-vos, com muito respeito, para que procurem uma solução pelo diálogo para salvar vidas e evitar que a guerra destrua a nossa América Latina", escreveu Evo Morales.

O governo da Bolívia, que não pertence ao Grupo de Lima, já manifestou o seu apoio ao governo de Nicolas Maduro, recusando aceitar a legitimidade do autoproclamado Presidente interino, Juan Guaidó.

O Presidente da Bolívia pede para que as diferenças políticas não sejam um obstáculo na busca de uma solução e volta a criticar a possibilidade de uma intervenção militar na Venezuela.

O apelo é lançado para os países do Grupo de Lima, que estão reunidos em Bogotá, na Colômbia, para discutirem uma solução para a crise venezuelana.

Hoje chegou também a Bogotá o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, que tem dito que "todas as opções estão em aberto" para a situação na Venezuela, não excluindo uma intervenção militar para obrigar Nicolas Maduro a afastar-se do poder.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório