Meteorologia

  • 23 MARçO 2019
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 19º

Edição

Pedras, fogo e o desespero de quem tenta lutar por ajuda na Venezuela

A tensão junto à fronteira entre a Colômbia e a Venezuela continua.

Notícias ao Minuto

16:16 - 23/02/19 por Sara Gouveia 

Mundo Bloqueio

Os confrontos entre civis e soldados na Venezuela continuam. Perante o bloqueio à entrada de ajuda humanitária na fronteira entre a Venezuela e a Colômbia, dezenas de pessoas tentaram chegar de Ureña a Cúcuta pela ponte Francisco de Paula Santander. Foi então que cerca de 200 militares venezuelanos resolveram usar gás lacrimogéneo e balas de borracha contra a população.

Os manifestantes, revoltados com as ordens de Nicolas Maduro de fechar todas as entradas possíveis, desafiaram as ordens do governo e começaram a remover as barricadas amarelas de metal e o arame farpado. Enfrentando de seguida os militares com as armas que tinham à mão: pedras e fogo. Incendiaram um autocarro e as chamas propagaram-se até uma casa próxima. 

Recorde-se que a entrada de bens no país tem sido um dos pontos cruciais do braço-de-ferro entre o presidente Nicolás Maduro e o autoproclamado presidente interino, Juan Guaidó. São vários os camiões carregados de ajuda humanitária que esperam na fronteira em Táchica.

Veja acima, na galeria, o cenário de tensão que se vive nas ruas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório