Meteorologia

  • 28 MAIO 2020
Tempo
22º
MIN 19º MÁX 34º

Edição

EUA. Dirigentes querem partilhar tecnologia nuclear com Arábia Saudita

Dirigentes da Casa Branca defenderam um projeto de partilha de tecnologia nuclear com a Arábia Saudita, apesar das objeções baseadas em ética e segurança nacional feitas por outros responsáveis, segundo um relatório do Congresso, que citou fontes do governo.

EUA. Dirigentes querem partilhar tecnologia nuclear com Arábia Saudita

Congressistas de ambos os partidos expressaram preocupações com a possibilidade de a Arábia Saudita desenvolver armas nucleares, se a tecnologia dos Estados Unidos da América fosse transferida sem as salvaguardas devidas.

Uma comissão da Câmara dos Representantes abriu hoje uma investigação a alegações, feitas por vários denunciantes não identificados, que revelaram ter assistido a "atos anormais" na Casa Branca, com o propósito de construir dezenas de reatores nucleares neste reino do Médio Oriente.

O relatório suscitou preocupações perante a possibilidade de alguns, numa Casa Branca marcada pelo "caos, disfunção e maledicência", procurarem contornar os procedimentos de segurança nacional para realizarem um negócio com os sauditas que fosse financeiramente proveitoso para alguns dos colaboradores mais próximos do Presidente norte-americano, Donald Trump.

O documento foi conhecido quando os congressistas estão cada vez mais críticos da relação próxima entre o Governo de Trump e os dirigentes sauditas, que suscitou alarme mesmo entre membros do partido de Trump.

A minimização do alegado envolvimento saudita no assassínio do jornalista Jamal Khashoggi, colunista do Washington Post, e na guerra do Iémen foi a contrapartida pela intenção do Governo de Trump de fazer da Arábia Saudita a base da sua política externa no Médio Oriente, que procura isolar o Irão.

Segundo o documento, o esforço nuclear foi liderado pelo antigo assessor de Segurança Nacional, Michael Flynn, demitido no início de 2017.

Derek Harvey, um membro do Conselho de Segurança Nacional, trazido por Flynn, continuou a trabalhar na proposta, que continua sob apreciação do Governo.

O congressista democrata Elijah Cummings, eleitor pelo Estado do Maryland, que preside à comissão de Controlo e Reforma, anunciou a investigação hoje.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório