Meteorologia

  • 23 MARçO 2019
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 19º

Edição

Leva gravidez até ao fim para doar órgãos de filha que sabia que morreria

Menina acabou por sobreviver durante uma semana.

Leva gravidez até ao fim para doar órgãos de filha que sabia que morreria

É, e com justiça, definida pela Fox News, como uma "corajosa mãe". Isto porque decidiu levar até ao termo a sua gravidez, mesmo depois de ter descoberto que o filho que carregava no ventre não sobreviveria.

Krysta Davis, de 23 anos, estava grávida de 18 semanas quando os médicos lhe disseram que a sua filha não viveria mais de 30 minutos após vir ao mundo. Nesta altura foram-lhe dadas duas opções: induzir o trabalho de parto para retirar a criança ou levar a gravidez até ao fim para que os órgãos da criança pudessem ser doados.

A bebé foi diagnosticada com uma anomalia chamada anencefalia, uma má formação rara do tubo neural, caracterizada pela ausência parcial do encéfalo e da calota craniana.

A criança nasceu na noite de Natal e acabou por morrer na noite de Ano Novo.

"Nenhuma mãe devia passar por aquilo que estávamos a passar", afirma a mulher, enquanto lembra o quão extraordinário foi poder estar com ela uma semana e como todos ficaram impressionados com força da criança para viver mais do que o esperado. 

Ryleu doou duas válvulas do coração a duas crianças e os seus pulmões serão doados à ciência para que se desenvolvam mais estudos à sua condição de saúde.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório