Meteorologia

  • 24 ABRIL 2019
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 14º

Edição

Deram-lhe meses de vida. Oito anos depois, está viva e grávida

"Sentimo-nos uns felizardos por podermos estar a planear um futuro que nunca pensámos que teríamos", diz Jo.

Deram-lhe meses de vida. Oito anos depois, está viva e grávida
Notícias ao Minuto

08:06 - 08/02/19 por Notícias Ao Minuto 

Mundo Cancro

Jo Kelly e Pete Ames namoravam apenas há seis meses quando decidiram ficar noivos. O entusiasmo do momento seria, no entanto, abalado quando os médicos disseram à mulher que o cancro no sangue contra o qual lutava há três anos não tinha tratamento possível e que tinha meses de vida.

"Disseram-me que não havia tratamento possível. Os únicos cuidados que tinham para me oferecer eram cuidados paliativos", recorda Jo.

Pete tinha a certeza de que não queria que Jo morresse sem ser sua mulher, pelo que os dois decidiram casar mesmo apesar do prognóstico. Em oito semanas, organizaram o evento que foi presenciado pela família de ambos.

E oito anos depois desse dia, Jo e Pete vivem felizes e entusiasmados porque em breve vão até aumentar a sua família.

Contra todas as expetativas, Jo conseguiu vencer o cancro com recurso a fármacos que os médicos lhe administraram e que permitiram que esta vivesse tempo suficiente até receber um transplante de células estaminais. A instituição de caridade Anthony Nolan conseguiu encontrar o único dador registado no mundo que era compatível consigo.

"Sentimo-nos uns felizardos por podermos estar a planear um futuro que nunca pensámos que teríamos. Escrevi uma carta a agradecer ao meu dador, mas nunca recebi resposta. Apenas sei que tem 23 anos e cabelo escuro", conta Jo, referindo ainda que "deve tudo" a esta pessoa.

"Não estaria aqui se não fosse ele", lembra.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório