Meteorologia

  • 31 MARçO 2020
Tempo
12º
MIN 6º MÁX 14º

Edição

Guterres felicita acordo de paz entre Governo e grupos armados

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, felicitou hoje o Governo da República Centro-Africana (RCA) e os grupos armados pela assinatura do Acordo Global da Paz, na terça-feira, em Cartum, capital sudanesa.

Guterres felicita acordo de paz entre Governo e grupos armados
Notícias ao Minuto

20:15 - 06/02/19 por Lusa

Mundo RCA

Em nota emitida pelo seu porta-voz, Stéphane Dujarric, o secretário-geral da ONU elogia o papel de liderança da União Africana (UA) nestas conversações, com o apoio das Nações Unidas no âmbito da Iniciativa Africana para a Paz e a Reconciliação na República Centro-Africana, e que decorreram em Cartum, capital do Sudão.

Guterres incentivou "todas as partes interessadas a cumprirem os seus compromissos no período de implementação do acordo".

Sublinhando "o compromisso de ajudar a RCA nesta fase crítica", o secretário-geral das Nações Unidas apelou aos países vizinhos, às organizações regionais e a todos os parceiros internacionais para "apoiarem os passos corajosos" dos cidadãos centro-africanos, "para trazer paz e estabilidade ao seu país."

O acordo foi assinado pelo Presidente da RCA, Faustin Archange Touadéra, e os chefes dos principais grupos armados do país.

Estiveram presentes em Cartum os antigos generais da Séléka, a ex-coligação que conquistou Bangui em 2013; Ali Darassa, chefe da Unidade para a Paz na RCA (UPC, na sigla em francês); Noureddine Adam, chefe da Frente Popular para o Renascimento da RCA (FPRC); e Mahamat Al-Khatim, chefe do Movimento Patriótico para a RCA (MPC).

O secretário-geral da ONU anunciou hoje também a nomeação de Mankeur Ndiaye, do Senegal, como seu novo representante especial para o país e chefe da Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas de Estabilização da República Centro-Africana (Minusca), que integra uma Força Nacional Destacada de Portugal, com 180 elementos.

Em nota, o líder da ONU destacou que Mankeur Ndiaye é um diplomata experiente com mais de 27 anos de experiência em diplomacia e assuntos internacionais, incluindo o de ministro das Relações Exteriores do Senegal, entre 2012 a 2017.

Guterres agradeceu ainda o trabalho desenvolvido neste cargo por Parfait Onanga-Anyanga, do Gabão, que liderava a Minusca desde agosto de 2015.

Desde o início da crise na RCA já foram assinados sete acordos de paz, sem que algum tivesse conseguido trazer a estabilidade ao país.

A RCA caiu no caos e na violência em 2013, depois do derrube do ex-Presidente François Bozizé por vários grupos unidos na designada Séléka (que significa coligação na língua franca local), o que suscitou a oposição de outras milícias, agrupadas sob a designação anti-Balaka.

Portugal também integra e lidera a Missão Europeia de Treino Militar - República Centro-Africana (EUMT-RCA), comandada pelo brigadeiro-general Hermínio Teodoro Maio, com um total de 53 militares.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório