Meteorologia

  • 18 FEVEREIRO 2019
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 12º

Edição

Polícia detém suspeitos de envolvimento no homicídio de Marielle Franco

As detenções foram feitas durante uma operação especial de combate às milícias do Rio de Janeiro.

Polícia detém suspeitos de envolvimento no homicídio de Marielle Franco
Notícias ao Minuto

14:03 - 22/01/19 por Notícias Ao Minuto 

Mundo Brasil

A polícia do estado brasileiro do Rio de Janeiro desencadeou na manhã desta terça-feira a operação 'Os Intocáveis', que tinha como objetivo combater as milícias do Rio de Janeiro. Segundo o jornal Globo, no âmbito das diligências foram detidos pelo menos cinco suspeitos do homicídio da vereadora Marielle Franco e do seu motorista, Anderson Gomes.

Segundo informações do mesmo jornal, os suspeitos fazem parte da milícia mais antiga e perigosa do estado brasileiro. A justiça expediu 13 mandados de prisão preventiva contra a organização criminosa.

Os principais alvos da operação são o major da Polícia Militar, Ronald Paulo Alves Pereira, o ex-capitão do Batalhão de Operações Especiais (Bope) Adriano Magalhães da Nóbrega, chefe da milícia de Rio das Pedras e o subtenente reformado da Polícia Militar, Maurício Silva da Costa, o Maurição. Também foi preso Manuel de Brito Batista, o Cabelo - que atuava como contabilista e gerente armado. 

A operação não está diretamente ligada à investigação do homicídio da ativista, no entanto, há indícios de que dois dos alvos de mandado de prisão comandem o 'Escritório do Crime', especializado em homicídios por encomenda, havendo a suspeita de que esse grupo estará envolvido no homicídio de Marielle Franco.

A denúncia do Ministério Público aponta a milícia de Rio das Pedras como a responsável pela extorsão de moradores e comerciantes da região. O grupo também oculta bens adquiridos e falsifica documentos públicos. Os suspeitos foram denunciados ainda por praticar agiotagem e utilizar ligações clandestinas de água e energia.

Marielle Franco, vereadora e defensora dos direitos humanos, foi assassinada na noite de 14 de março de 2018, quando viajava de carro pelo centro do Rio de Janeiro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório