Meteorologia

  • 17 OUTUBRO 2019
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 22º

Edição

Serviços secretos venezuelanos já libertaram presidente do parlamento

O presidente da Assembleia Nacional venezuelana, Juan Guaido, esteve cerca de uma hora detido pelos serviços secretos de informação, quando estava a caminho de uma reunião fora de Caracas, disse a sua esposa.

Serviços secretos venezuelanos já libertaram presidente do parlamento
Notícias ao Minuto

18:10 - 13/01/19 por Lusa

Mundo Juan Guaido

"Agradeço todas as reações imeditadas de apoio face a esta violação cometida pela ditadura dos direitos do meu marido. Já estou com ele e vamos à reunião pública", escreveu Fabiana Rosales na sua conta no Twitter.

Ãnteriormente Rosales tinha escrito na mesma rede social que "o SEBIN [Serviço Secreto Bolivariano de Informações] tinha detido Juan Guaido".

Guaido, presidente do parlamento venezuelano liderado pela oposição ao regime de Nicolás Maduro, era aguardado numa reunião a cerca de 40 quilómetros de Caracas.

Pouco tempo depois surgiu uma mensagem na conta oficial de Juan Guaido no Twitter: "Alertamos o mundo e o país que hoje, 13 de janeiro, o comando do SEBIN deteve o presidente da Assembleia Nacional e não sabemos onde se encontra".

A ministra venezuelana dos Serviços Prisionais alertou esta semana Guaidó que tinha preparada uma cela devido à intenção do presidente da Assembleia Nacional de provocar um golpe de Estado no país e retirar Maduro do poder.

Atualmente, o Parlamento não reconhece legitimidade ao novo governo de Nicolás Maduro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório