Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2019
Tempo
MIN 9º MÁX 9º

Edição

Cidadã espanhola que morreu em Paris estava em "viagem romântica"

Laura Sanz, de 38 anos de idade, estava em Paris com o marido, com quem tem três filhos. Pai da vítima queixa-se de falta de apoio do consulado.

Cidadã espanhola que morreu em Paris estava em "viagem romântica"
Notícias ao Minuto

15:08 - 13/01/19 por Notícias Ao Minuto 

Mundo França

Uma das quatro vítimas mortais da explosão que aconteceu sábado de manhã num padaria parisiense é Laura Sanz Nombela, uma turista espanhola de 38 anos de idade, que estava em Paris numa viagem romântica com o marido.

A espanhola estava hospedada com o marido, Luis Miguel, num hotel mesmo em frente à padaria Hubert. São pais de três filhos, de 10, cinco e três anos de idade.

“O meu genro perguntou-nos, à minha mulher e a mim, se podíamos ficar com as crianças porque queria fazer uma surpresa à minha filha. Era uma viagem romântica, a primeira vez que iam a Paris”, indicou José Luis Sanz Gutiérrez, pai de Laura, ao El País.

José Luis falou por telefone com o jornal espanhol a partir de Paris, no hospital onde a sua filha perdera a vida umas horas antes. Terá que esperar dez dias até poder levar o cadáver para Espanha.

José Luis descreveu inclusive que se sente “totalmente abandonado” pela embaixada espanhola e que ele, o seu filho e o seu genro têm estado sozinhos no Hospital Universitário de Paris.

“Estamos aqui no hospital, com a minha filha, estava ligada a uma máquina de respiração artificial mas só porque sim, já tinha falecido”, indicou, com a voz embargada pela dor, conforme descreve o mesmo jornal.

O espanhol indica que “um casal de parisienses” que não conhecem de lado nenhum, viram as noticias pela televisão e foram ao hospital oferecer-lhes ajuda. Ofereceram-lhes “até a sua casa” e deram-lhes as “indicações básicas” porque do Consulado não receberam “nem um número de telefone nem uma morada” que os pudesse ajudar.

Recorde-se que a explosão aconteceu sábado de manhã, pelas 9h00 (8h00 em Lisboa), numa padaria no 9.º bairro de Paris, capital de França, terminando com um balanço de quatro mortos, incluindo dois bombeiros e uma jovem mulher que morava por cima da padaria.

A explosão aconteceu quando os bombeiros já estavam no local a combater um incêndio e foi provavelmente provocada por uma fuga de gás.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório