Meteorologia

  • 22 ABRIL 2019
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 17º

Edição

Trump cumpre ameaça e não irá a Davos. Entretanto o 'shutdown' prossegue

Donald Trump quer que congressistas lhe garantam dinheiro para a construção do muro.

Trump cumpre ameaça e não irá a Davos. Entretanto o 'shutdown' prossegue

O presidente dos Estados Unidos anunciou esta quinta-feira que não participará no Fórum Económico Mundial de Davos caso se mantivesse a paralisação parcial ('shutdown') da administração federal. Entretanto, no Twitter, confirmou mesmo que não irá a Davos

O Fórum Económico Mundial de Davos decorre entre os dias 21 a 25 de janeiro na Suíça.

Recorde-se que Donald Trump foi eleito prometendo um muro a separar EUA e México, muro esse que travaria a imigração ilegal e seria pago pelo México.

A insistência de Trump com o muro mantém-se mas como para tal precisará de aprovação do congresso, o diferendo prolonga-se. Trump está a exigir 5,7 mil milhões de dólares (4,9 mil milhões de euros). Além de ter de ter o apoio de todos os republicanos, precisa do 'ok' de democratas, que recusam desbloquear as verbas para o projeto, que consideram "imoral" e ineficaz.

No Twitter, Trump confirmou a sua não ida a Davos e culpa a "intransigência" dos democratas.

No passado já houve semelhantes paralisações parciais nos EUA. O maior 'shutdown' aconteceu no tempo em que Bill Clinton era presidente e demorou 21 dias. 

Trump vai no 19º dia de 'shutdown'. No entretanto, há mais de 800 mil funcionários com contas para pagar sem receber ordenado. Muitos continuam obrigados a trabalhar, mesmo não tendo direito a salário.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório