Meteorologia

  • 16 JULHO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 19º

Edição

Membro da Família Manson pode sair da prisão em liberdade condicional

Robert Beausoleil foi condenado pela morte e tortura de uma pessoa e está na prisão há quase 50 anos. Familiares das vítimas do culto liderado por Charles Manson pedem a intervenção do novo governador da California.

Membro da Família Manson pode sair da prisão em liberdade condicional

Um painel de avaliação do estado da California recomendou a liberdade condicional a um dos membros da Família Manson, Robert Beausoleil, de 71 anos, avança a Sky News. Beausoleil foi condenado em 1970 à pena de morte pela tortura e homicídio do músico Gary Hinman em 1969. No entanto, a sua sentença foi alterada para prisão perpétua em 1973 depois da pena de morte ter sido suspensa temporariamente na California.

Anteriormente, Robert Beausoleil viu-lhe ser negada a liberdade condicional por 18 vezes e esta decisão do painel de avaliação não foi bem recebida por uma familiar de Gary Hinman. Kay Hinman Martley esteve presente na audiência ao pedido de liberdade condicional de Beausoleil e espera que Gavin Newsom, o futuro governador da California, impeça a libertação do homicida.

“Eu tenho constantemente a esperança de que eles façam a coisa certa e mantenham estas pessoas na prisão e agora as minhas esperanças estão com o governador”, disse.

Debra Tate, a irmã da atriz Sharon Tate, uma das vítimas dos nove homicídios cometidos pela Família Manson a pedido de Charles Manson, também esteve presente na audiência de Robert Beausoleil e criou uma petição para que ele permaneça preso. A petição já foi assinada por 36 mil pessoas.

O governador da California Jerry Brown, cujo mandato chega ao fim na próxima segunda-feira, impediu por diversas vezes a libertação de membros do culto liderado por Charles Manson.

Gary Hinman foi torturado durante dois dias e depois foi esfaqueado mortalmente por Robert Beausoleil no dia 27 de julho de 1969, semanas antes de Sharon Tate e quatro outras pessoas terem sido assassinadas no mês de agosto.

Charles Manson morreu na prisão em novembro de 2017. Tinha 83 anos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório