Meteorologia

  • 20 ABRIL 2019
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 19º

Edição

Pai tentou matá-la porque queria um filho. Hoje tem mensagem a partilhar

Jovem sobreviveu e prova que é possível ser feliz se nos aceitarmos tal qual somos.

Pai tentou matá-la porque queria um filho. Hoje tem mensagem a partilhar
Notícias ao Minuto

17:18 - 02/01/19 por Andrea Pinto 

Mundo Índia

Anmol Rodrigous foi regada com ácido aos dois meses de vida pelo próprio pai, que queria assim vingar-se pelo facto de a mulher não lhe ter dado um filho homem. A mãe morreu nesse mesmo ataque mas Anmol sobreviveu, embora as marcas desse dia tenham ficado na sua pele para sempre.

Vinte e três anos depois, a jovem tem a sua própria fundação e uma mensagem a transmitir ao mundo.

"Adoro a minha vida tal qual como é. Nunca, em momento algum, me senti diferente. Talvez seja porque nunca me conheci sem ser assim", afirma a jovem que acredita ser a mulher "mais feliz do mundo".

"Aceitei-me felizmente como sou e isto deu-me a esperança e confiança para continuar com a minha vida", acrescenta.

Anmol vive atualmente em Bombaim onde gere a sua fundação e onde já ajudou várias vítimas de ataques com ácido a arranjar emprego e a prosseguirem a sua vida.

A jovem revela ser uma pessoa vaidosa e que gostava de ser modelo. "Quero ser a primeira modelo vítima de um ataque com ácido que possa promover moda mas ser também o rosto da seguinte mensagem: o ácido não acaba com a nossa vida".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório