Meteorologia

  • 15 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 16º

Edição

Dez mulheres alegam ter sido abusadas por médium em sessões espirituais

Mulheres eram coagidas a procurar médium na sua sala onde eram, depois, abusadas sexualmente. João de Deus já negou as acusações.

Dez mulheres alegam ter sido abusadas por médium em sessões espirituais
Notícias ao Minuto

12:29 - 08/12/18 por Notícias Ao Minuto 

Mundo Brasil

No Brasil, dez mulheres dizem ter sido vítimas de abusos sexuais de um médium durante sessões espirituais. As histórias, dá conta a imprensa brasileira, foram reveladas na noite de sexta-feira, num programa televisivo.

Os abusos terão acontecido na Casa Dom Inácio de Loyola, na cidade de Abadiânia, em Goiás.

O suposto agressor, João de Deus, já reagiu às acusações, através de um comunicado de imprensa, negando "veementemente" qualquer prática imprópria nos seus atendimentos. 

Conforme conta o G1, apenas uma das mulheres aceitou revelar a identidade. Zahira Leeneke Maus, uma coreógrafa holandesa, conheceu a Casa em 2014. Na altura, procurava cura espiritual para traumas passados relacionados com abuso sexual.

As restantes vítimas, todas brasileiras, preferiram manter o anonimato, por sentirem medo e vergonha.

De acordo com o relato destas mulheres, João de Deus agiu de forma semelhante com todas as vítimas. Nas sessões coletivas, o médium dizia às mulheres que deveriam procurá-lo posteriormente na sua sala porque haviam sido escolhidas para receber a cura. Uma vez na sala, e sozinhas com João de Deus, eram abusadas sexualmente e levadas a acreditar que a cura residia precisamente naqueles atos. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório