Meteorologia

  • 15 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 16º

Edição

ONU avisa que 6,3 milhões de afegãos precisam de ajuda humanitária

A agência da Organização das Nações Unidas para os Assuntos Humanitários (OCHA, na sigla em inglês) avisou na sexta-feira que pelo menos 6,3 milhões de pessoas precisam de ajuda humanitária e proteção no Afeganistão.

ONU avisa que 6,3 milhões de afegãos precisam de ajuda humanitária
Notícias ao Minuto

09:45 - 08/12/18 por Lusa

Mundo Proteção

Em documento onde faz o levantamento das necessidades para 2019, a OCHA realçou que este número é praticamente o dobro do ano passado, o que resulta do conflito, das deslocações forçadas e da perda de meios de subsistência.

Daquele total, a OCHA especificou que 3,7 milhões estão em necessidade "severa".

Para justificar a acentuada deterioração, argumentou que "uma caótica e imprevisível situação de segurança, combinada com uma severa seca, quase duplicou o número de pessoas necessitadas em relação ao mesmo período do ano anterior, deslocando mais de 550 mil novos civis e empurrando 3,3 milhões para níveis de emergência em insegurança alimentar".

O Afeganistão sofreu este ano uma forte seca resultante de uma redução das precipitações em 70%, o que resultou em 1,4 milhões de afetados e 223.100 deslocados num país onde já por si metade da população vive abaixo do limiar da pobreza.

A isto junta-se a crueza do conflito que abala o país desde há 17 anos, com dezenas de atentados ocorridos em vários pontos do país só este ano.

As autoridades deixaram de revelar as baixas sofridas nas suas fileiras, mas segundo o inspetor-geral para a Reconstrução do Afeganistão (SIGAR, na sigla em inglês), do Congresso dos Estados Unidos da América, entre maio e outubro registou-se um recorde de baixas em comparação com anos anteriores.

A pressão dos insurgentes no campo de batalha provocou a redução da área controlada pelo governo de Cabul, que desceu para 55% em 2018, o número mais baixo desde que o SIGAR o começou a contabilizar em 2015.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório