Meteorologia

  • 14 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 16º

Edição

Foi bala de colega que matou agente em tiroteio em bar na Califórnia

A 7 de novembro, Thousand Oaks foi palco de um dos mais sangrentos tiroteios deste ano nos EUA.

Foi bala de colega que matou agente em tiroteio em bar na Califórnia
Notícias ao Minuto

20:42 - 07/12/18 por Notícias Ao Minuto 

Mundo investigação

O agente Ron Helus, de 54 anos, foi uma das 12 vítimas do tiroteio que ocorreu no passado dia 7 de novembro, no Borderline Bar & Grill, em Thousand Oaks, na Califórnia.

O tiroteio foi levado a cabo pelo ex-militar Ian David Long, que depois de fazer várias vítimas disparou sobre si próprio, acabando por morrer no local.

Ron Helus encontrava-se na zona e foi a primeira pessoa a entrar no bar para tentar ajudar. Chegou a ser baleado cinco vezes pelo atirador. Porém, passado um mês da tragédia, foi agora revelado que a bala que provou ser fatal para Ron Helus não foi disparada pelo atirador.

Foi, na verdade, uma bala perdida disparada por um colega que também tinha respondido ao alerta. Conta a CNN que esta sexta bala atingiu o agente no coração.

Saliente-se que foram vários os agentes que acabaram por responder ao alerta e tentaram travar o atirador. Para Bill Ayub, xerife do condado de Ventura, este "trágico detalhe" não diminui o heroísmo demonstrado por todos os agentes que atenderam aos pedidos de socorro naquela noite. "Foi tudo tão rápido. Eles foram emboscados quase de imediato", acrescentou.

Não foi divulgado o nome do agente cuja bala perdida provou ser fatal, sabe-se apenas que conta com pelo menos nove anos de experiência como agente.

Ron Helus contava já com 29 anos de serviço e poderia reformar-se já em 2019 quando morreu ao tentar ajudar pessoas a sair do bar onde decorria o tiroteio.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório