Meteorologia

  • 19 MAIO 2019
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 21º

Edição

Corpo de missionário morto deverá ficar em Sentinela devido a perigo

Grupo de especialistas diz que o perigo de contacto com a tribo da ilha de Sentinela é muito grande.

Corpo de missionário morto deverá ficar em Sentinela devido a perigo
Notícias ao Minuto

07:39 - 27/11/18 por Andrea Pinto 

Mundo Ilha

O corpo do missionário norte-americano John Allen Chau, que morreu quando tentava entrar na ilha de Sentinela, deverá manter-se na ilha, devido ao perigo que existe num possível encontro entre autoridades indianas e habitantes locais, defende o grupo Sobrevivência Internacional.

Esta organização não-governamental (ONG), que trabalha para proteger os povos indígenas, admitiu à BBC que qualquer tentativa de recuperar o corpo pode ser "extremamente perigosa".

“O risco de uma epidemia mortal de gripe, sarampo ou outra doença externa é real e pode aumentar com qualquer tipo de contacto. Qualquer tentativa semelhante no passado culminou com os habitantes de Sentinela a tentarem defender o seu território", salienta ainda o diretor do grupo, Stephen Corry, que defende que o corpo de John deve ser "deixado em paz".

O norte-americano foi morto na semana passada quando tentava entrar na ilha. Pagou a um grupo de pescadores para que o levassem até perto da ilha, tendo depois chegado ao território sozinho com a ajuda de um caiaque. Acabou por ser recebido com hostilidade e atacado com flechas. O seu corpo terá sido enterrado na praia. O seu objetivo era levar o cristianismo aos indígenas.

Um especialista da Universidade de Deli diz que se tratou de uma "aventura insensata" e que foi John a provocar aquele tipo de ataque.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório