Meteorologia

  • 17 OUTUBRO 2019
Tempo
19º
MIN 19º MÁX 23º

Edição

Sem-abrigo morre por ser obrigado a esperar ao frio para reaver cão

O seu cão foi levado para um canil da polícia enquanto Peri estava no hospital.

Sem-abrigo morre por ser obrigado a esperar ao frio para reaver cão

Um sem-abrigo morreu de hipotermia depois de ter sido expulso das instalações da polícia de Uxbridge, em Londres, enquanto esperava que o seu cão fosse libertado do canil da autoridade.

Pericles Malagardis, conhecido como Peri, foi para a polícia depois de sair do hospital para resgatar o seu cão, Django, que era "tudo para ele", escreve o britânico Mirror. 

Porém, o homem de 63 anos foi informado de que não poderia reaver Django naquela noite, mas teria de esperar até à manhã seguinte.

O homem foi então obrigado a dormir no exterior, onde as temperaturas ficaram negativas às primeira horas da madrugada. Cinco horas depois, Peri foi encontrado sem vida. 

Originário da Grécia, Pericles Malagardis mudou-se para Londres em 1989 e trabalhou como motorista durante 11 anos. Depois de ter terminado um relacionamento e sem emprego, começou a viver no carro, mas o veículo acabaria por ser apreendido há cinco anos. Peri começou então a viver nas ruas. 

O sem-abrigo era muito querido pela população e, muitas vezes, era-lhe dado um cartão de funcionário do aeroporto de Heathrow para que ele pudesse pernoitar no terminal 5. 

Saliente-se que parte da tripulação da British Airways, juntamente com um autarca de Wembley, que colocou Peri sob sua alçada, começaram a arrecadar fundos para que ele conseguisse um bilhete de avião para ir visitar a sua família que não via há anos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório