Meteorologia

  • 20 MAIO 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 14º

Edição

Arábia Saudita pede pena de morte para cinco acusados no caso Khashoggi

Os homens estão acusados de terem drogado e desmembrado o jornalista saudita.

Arábia Saudita pede pena de morte para cinco acusados no caso Khashoggi
Notícias ao Minuto

11:27 - 15/11/18 por Sara Gouveia 

Mundo Khashoggi

Saud al-Mojeb, procurador-geral saudita, deu conta, esta quinta-feira, de que será recomendada a pena de morte para cinco dos 11 suspeitos acusados da morte do jornalista saudita Jamal Khashoggi.

Aos jornalistas numa conferência de imprensa em Riade, citado pelo Guardian, que os suspeitos planearam a morte a 29 de setembro, três dias antes deste ter sido morto dentro do consulado saudita na Turquia. Os homens são acusados de terem drogado e desmembrado o jornalista dentro do consultado, sendo que o objectivo seria repatriar o dissidente.

O procurador referiu que há 21 pessoas sob custódia das autoridades de momento, tendo 11 sido indiciadas pelo crime. Adiantou também que o príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, sobre quem recaíam suspeitas de ter ordenado o assassínio de Khashoggi, não esteve implicado na morte do jornalista.

A Turquia tem culpado a Arábia Saudita pelo homícidio de Khashoggi, afirmando que o reino enviou um esquadrão assassino atrás dele.

A investigação para encontrar os restos mortais de Khashoggi continua.

Recorde-se que Jamal Khashoggi, jornalista saudita, colaborador do Washington Post e crítico do regime, foi morto em 02 de outubro no consulado saudita em Istambul, na Turquia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório