Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2019
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Moedas quase o mataram durante a Primeira Guerra, mas também o salvaram

O homem era um soldado belga que lutava contra os alemães.

Moedas quase o mataram durante a Primeira Guerra, mas também o salvaram
Notícias ao Minuto

10:43 - 14/11/18 por Sara Gouveia 

Mundo Histórico

Optatius Buyssens era um soldado belga a lutar contra os alemães na Primeira Guerra Mundial. Agora, o seu bisneto, Vincent Buyssens, descobriu que tinha de agradecer a seis moedas por o terem salvo, e posto em perigo, a vida do bisavô.

As moedas - três francos belgas e três francos franceses -  conseguiram parar uma bala destinada a Optatius, contou Vincent, numa publicação na rede social Reddit.

"Ironicamente, as moedas foram o motivo por que ele foi baleado", revelou à CNN. "Foi o barulho de baterem umas nas outras no seu bolso da frente que fizeram com que fosse descoberto", acrescentou.

Inicialmente Optatius tinha sido impedido de se juntar ao exército devido a um ferimento numa anca, mas conseguiu juntar-se como voluntário. Durante uma missão de exploração em setembro de 1914 perto de Lebbeke, na Bélgica, acabou por ser baleado.

O soldado alemão que disparou, ainda pontapeou o homem na cabeça e este fingiu estar morto. Uma vez que este se foi embora, Optatius e outro camarada conseguiram arrastar-se para uma zona segura.

"Teve muita sorte porque a bala que o teria morto fez ricochete nas moedas e acabou por lhe salvar a vida", assumiu Vincent.

Optatius sobreviveu à Guerra e viveu mais de quarenta anos depois disso, tendo morrido apenas nos anos 50 de uma doença cardíaca.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório