Meteorologia

  • 24 ABRIL 2019
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 16º

Edição

Escola admite ter falhado em caso de menina que se suicidou

Escola do Reino Unido reconhece que falhou e pede desculpas, formalmente, aos pais de menina.

Escola admite ter falhado em caso de menina que se suicidou
Notícias ao Minuto

21:47 - 11/11/18 por Notícias Ao Minuto 

Mundo Reino Unido

Passaram-se três anos desde que Amber Jackson, na altura com 15 anos, morreu, mas só agora a escola de Bitterne Park, no Reino Unido, pediu formalmente desculpa à família da menina.

De acordo com a imprensa britânica, os pais da adolescente, Tony e Suzanne, receberam uma carta da escola onde admite ter falhado na salvaguarda de Amber Jackson.

O pedido de desculpas surgiu depois de uma investigação ter concluído que, apesar de aquela instituição de ensino atuar no sentido de promover o bem-estar dos seus alunos, não o fez no caso particular de Amber.

A investigação apurou também que um conselheiro, de uma empresa privada contratada pela escola, não contactou alguém responsável na instituição quando Amber o contactou dizendo que não conseguia “continuar assim”.

O pedido de desculpas da parte da escola é encarado pelos pais como um “alívio”, uma vez que corresponde a um “reconhecimento formal dos erros que cometeram”, disseram os pais à imprensa.

“O pedido de desculpas aceitamos como sincero e genuíno e marca um ponto de viragem na nossa relação com a escola”, admitiu ainda o pai de Amber, acrescentando que, relativamente à morte de Amber, ninguém os pode ajudar - “as saudades são imensas”.

No entanto, para os pais o reconhecimento de que a escola errou traz-lhes “algum conforto” por serem a confirmação de que foram feitas mudanças “significativas”, para melhor, naquela escola de Bitterne, Southampton. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório