Meteorologia

  • 21 ABRIL 2019
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

Abusos sexuais? Coreia do Norte nega casos e chama "escumalha" a vítimas

Pyongyang chamou "provocação extremamente perigosa" a acusações que surgem em relatório da Human Rights Watch.

Abusos sexuais? Coreia do Norte nega casos e chama "escumalha" a vítimas
Notícias ao Minuto

19:30 - 04/11/18 por Pedro Filipe Pina 

Mundo Relatório

A Human Rights Watch entrevistou dezenas de mulheres que abandonaram a Coreia do Norte nos últimos sete anos.

O resultado dos inquéritos surge num relatório que sugere que a violência sexual contra mulheres poderá ser endémica na Coreia do Norte.

O relatório 'You cry at Night, but Don't Know Why' ("Choras à noite, mas não sabes porquê", em tradução livre) aponta para casos de abuso sexual de homens em lugares de poder sobre mulheres, abusos esses que não só escapam impunes como se fazem acompanhar de uma política que ignora a defesa das mulheres.

Os casos de abuso serão tão frequentes que já serão aceites como parte normal do quotidiano, acusa o relatório de 86 páginas da Human Rights Watch.

O regime norte-coreano reagiu considerando as acusações uma "provocação extremamente perigosa" que visa "reverter a maré de paz e prosperidade na península coreana", dá conta a Sky News. Recorde-se que no último ano a Coreia do Sul e a Coreia do Norte têm procurado amenizar relações historicamente conflituosas.

As declarações das alegadas vítimas incluídas no relatório são desmentidas por Pyongyang, que apelida as mulheres entrevistadas para o relatório de "escumalha humana".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório