Meteorologia

  • 24 ABRIL 2019
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 14º

Edição

Empresário confessa que matou jogador porque este tentou violar mulher

Edison Brittes esfaqueou Daniel Freitas até à morte e cortou-lhe o orgão genital.

Empresário confessa que matou jogador porque este tentou violar mulher
Notícias ao Minuto

11:26 - 02/11/18 por Natacha Nunes Costa 

Mundo Brasil

O empresário Edison Brittes Júnior, de 38 anos, confessou, esta quinta-feira, às autoridades brasileiras ter matado o jogador brasileiro Daniel Corrêa de Freitas, de 24, porque este tentou violar a mulher.

“Quando eu fui até à porta, a mesma estava trancada. Ele tinha entrado no quarto, tirado a roupa e trancado a porta. Eu arrombei a porta do meu quarto e quando a abro, vejo o Daniel em cima da minha esposa e ela gritando e pedindo ajuda. A Cris, a mulher com quem sou casado há 20 anos, a mulher a quem dediquei toda a minha vida, que sempre me amou e me respeitou”, afirmou o detido num depoimento gravado pelo advogado e revelado pelo site O Globo.

De acordo com a imprensa brasileira, o jogador estava em casa do casal a convite da filha deste que comemorava, no dia do crime, sábado passado, os seus 18 anos.

Além de Edison, também a sua mulher, Cristiana Brittes e a filha Allana foram detidos por, alegada, participação no crime.

À TVGlobo, o suspeito contou que agrediu Daniel durante cerca de 5 minutos, no quarto onde o terá encontrado de cuecas em cima da mulher, e depois colocou-o, com a ajuda de vários amigos, dentro do porta-bagagens do carro. Já numa zona de floresta, na região metropolitana de Curitiba, Edison perdeu “o controlo” e esfaqueou o atleta, cortando-lhe mesmo o órgão genital.

Na mesma entrevista, o empresário explicou que decidiu esfaquear Daniel depois de ter visto mensagens deste para um amigo, onde o atleta afirmava ter tido sexo com Cristiana e, inclusive, ter enviado uma foto onde aparece deitado ao lado da mulher enquanto esta dorme (imagem acima).

Edison, que aguarda agora julgamento em prisão preventiva, nega qualquer caso extraconjugal entre a mulher e Daniel ou mesmo entre a filha e o jogador, como chegou a ser equacionado pela imprensa brasileira.

O crime só foi descoberto no domingo, um dia depois de ter sido cometido, quando o corpo de Daniel foi encontrado por populares.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório