Meteorologia

  • 26 ABRIL 2019
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 18º

Edição

Contra as adversidades, a marcha de migrantes continua a rumar a Norte

A caravana já foi apelidada de 'Marcha dos Migrantes' por vários países da América Central.

Notícias ao Minuto

08:50 - 22/10/18 por Notícias Ao Minuto 

Mundo Caravana

Milhares de migrantes continuam a fazer o seu caminho, desafiando fronteiras, chuva e barreiras naturais, atravessando boa parte da América Central com o objetivo de chegar aos Estados Unidos.

Crianças e adultos, homens e mulheres. Em alguns casos, são famílias inteiras que pegaram no que tinha e decidiram fazer-se ao caminho.

Fogem da miséria e da violência. E a cada passo que dão vão desafiando o seu próprio desespero, ao mesmo tempo que se preparam para cada vez mais contrariedades. Com o chamado 'sonho americano' a motivar o passo, preparam-se para enfrentar a fronteira entre EUA e México, fr0onteira essa que Donald Trump admite fechar por inteiro, se necessário, para os travar.

Esta grande movimentação de migrantes terá começado quando cerca de dois mil migrantes hondurenhos saíram a pé de San Pedro Sula, a cerca de 180 quilómetros a norte da capital das Honduras, Tegucigalpa. Na altura, respondiam a um apelo publicado nas redes sociais.

Desde que esta grande caminhada migratória começou, há relatos de pessoas a atravessar rios e a desafiar bloqueios policiais na fronteira. E continuam a seguir caminho, numa caravana que já vai sendo apelidada de 'Marcha dos Migrantes' por vários países da América Central.

Esta semana, Donald Trump, ameaçou fechar a fronteira com o México, se as autoridades mexicanas não bloquearem o avanço da caravana de migrantes. Mas o Presidente dos Estados Unidos foi mais longe e ameaçou também cortar a ajuda financeira que Washington fornece às Honduras, a El Salvador e à Guatemala caso não detivessem a marcha dos migrantes

Conta a Lusa, citando relatos de jornalistas da France Presse, que as autoridades mexicanas tentaram bloquear esta caravana de migrantes na quinta-feira numa ponte de fronteira, mas muitos conseguiram entrar ilegalmente no país através do rio que separa o México da Guatemala.

Segundo a Associated Press, serão neste momento cerca de cinco mil migrantes que se encontram na zona sul do México a tentar avançar até à fronteira norte-americana. Outros 1.500 migrantes estarão ainda a tentar entrar nas fronteiras mexicanas.

As imagens que pode ver na galeria mostram-nos este impressionante e heterogéneo grupo a desafiar as probabilidades, na tentativa de deixar para trás a miséria. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório