Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2018
Tempo
11º
MIN 11º MÁX 11º

Edição

Polícia alemã não exclui motivação terrorista em Colónia

A polícia alemã não exclui a hipótese de existirem motivações terroristas na situação de reféns ocorrida hoje na estação de comboios de Colónia, no centro-oeste da Alemanha, que fez pelo menos três feridos, além do sequestrador.

Polícia alemã não exclui motivação terrorista em Colónia
Notícias ao Minuto

19:49 - 15/10/18 por Lusa

Mundo Reféns

"A investigação está a explorar todas as direções. Não excluímos tão pouco um ataque terrorista", disse uma responsável da polícia de Colónia, Miriam Brauns, durante uma conferência de imprensa.

"Poderá tratar-se de uma tentativa de ataque que impedimos", indicou, na mesma conferência de imprensa, um responsável pela polícia judiciária de Colónia, Klaus-Stephan Becker, referindo-se a uma possível pista de cariz islâmico.

Segundo as forças policiais, o sequestrador evocou o grupo extremista Estado Islâmico durante a situação de reféns, ocorrida numa farmácia localizada no interior do edifício da estação ferroviária de Colónia, uma das mais movimentadas da Alemanha, com cerca de 280 mil passageiros diários.

Um documento de identidade de uma pessoa nascida na Síria em 1963 foi encontrado no local.

O incidente ocorreu hoje ao final da manhã.

Inicialmente, o suspeito lançou um cocktail 'molotov' para o interior de um restaurante de comida rápida (também conhecido como 'fast food') localizado na galeria comercial da estação de comboios de Colónia.

No local do restaurante, uma pessoa ficou ferida por causa do fumo causado pelo cocktail 'molotov' e uma adolescente de 14 anos sofreu queimaduras e foi hospitalizada.

O agressor seguiu depois para uma farmácia também localizada na mesma galeria comercial e fez refém uma mulher que estava no interior do estabelecimento.

A polícia local referiu que o homem tinha consigo vários pequenos cilindros de gás ligados uns aos outros, dois dos quais colocou junto da refém.

O agressor também tinha uma arma, cuja autenticidade ainda está a ser verificada pela polícia.

Um alerta foi emitido e as autoridades ordenaram a evacuação da estação ferroviária e bloquearam os acessos à zona da estação, localizada junto da catedral de Colónia.

Após contactos com o sequestrador, as forças especiais conseguiram entrar no local, com recurso a granadas de atordoamento.

O agressor ficou "gravemente ferido durante a intervenção" policial, tendo sido atingido por várias balas disparadas pelas forças de segurança, segundo o relato da polícia local.

Após ter sido reanimado no local por equipas de emergência médica, o homem foi transportado para um hospital, onde será submetido a uma operação de urgência.

A polícia afirmou que decidiu intervir depois do homem ter ameaçado incendiar a farmácia, bem como as roupas da refém.

As autoridades informaram igualmente que a refém sofreu ferimentos ligeiros e que recebeu cuidados médicos no local.

O suspeito não está identificado como um extremista, mas, segundo a polícia alemã, o homem em questão deu "indícios" que podem sugerir uma ligação a tal movimento.

naom_57fd0c9d09d07.jpg

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório