Meteorologia

  • 17 DEZEMBRO 2018
Tempo
MIN 7º MÁX 8º

Edição

Joana, a mãe que morreu a tentar salvar os filhos em Maiorca

Artur, o menino que continua desaparecido em Maiorca, estava no carro com a mãe e a irmã. Só a irmã se salvou.

Joana, a mãe que morreu a tentar salvar os filhos em Maiorca
Notícias ao Minuto

20:00 - 13/10/18 por Notícias Ao Minuto 

Mundo Espanha

Joana Lliteras, de 40 anos de idade, estava a caminho de casa, na passada quarta-feira, com dois dos seus três filhos no carro. A farmacêutica tentava alcançar Manacor, o segundo maior município de Maiorca, nas Ilhas Baleares, quando se viu encurralada pelas fortes correntes de água que se formaram em Son Corrió, em Sant Llorenç des Cardessar, a localidade mais afetada pela intempérie.

A mulher só teve tempo de tirar a sua filha mais nova, Úrsula, de cinco anos, do carro e deixá-la numa zona relativamente segura, onde foi resgatada por um ciclista. De seguida, ela saiu também do carro com Artur, de seis anos, mas foram arrastados pela corrente.

Inicialmente, as autoridades indicavam que o menino tinha cinco anos, mas essa informação revelou-se errada. Na imagem acima, partilhada nas redes sociais, está Joana com o marido e os três filhos. O mais velho não estava no carro e encontra-se bem.

O corpo de Joana foi encontrado na quinta-feira, algures no trajeto da corrente. De Artur ainda só foi possível recuperar a mochila que levava naquele dia, tendo as buscas sido alargadas ao mar, conforme indica o El País.

As autoridades espanholas acreditam que a mulher se terá tentado desviar das inundações quando foi surpreendida por uma tromba de água. Ainda ligou para o marido, mas a ligação acabaria por cair.

Joana, uma amante de animais, que colaborava com os Médicos Sem Fronteiras, era responsável, juntamente com a mãe, por uma farmácia em Manacor, onde residia. A localidade, segundo indica a imprensa espanhola, está de luto.

Recorde-se que estas inundações começaram com uma tromba de água que começou a cair ao fim do dia de terça-feira. Segundo o Governo regional balear caíram até 220 litros de água por metro quadrado na zona de Sant Llorenç des Cardassar, a mais afetada pela intempérie.

As autoridades referem ainda que a tempestade atingiu níveis nunca vistos naquelas ilhas, tendo-se a intempérie localizado numa estreita faixa de terra, o que levou ao transbordo de um riacho que atravessa Sant Llorenç, cerca de 60 quilómetros a leste de Palma de Maiorca.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório