Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2018
Tempo
24º
MIN 23º MÁX 24º

Edição

Migrações: ONU pede à Austrália para evitar "novas tragédias"

A ONU pediu hoje que os refugiados enviados pelas autoridades australianas para a Papua Nova Guiné e Nauru voltem para a Austrália para evitar "novas tragédias".

Migrações: ONU pede à Austrália para evitar "novas tragédias"
Notícias ao Minuto

17:21 - 12/10/18 por Lusa

Mundo ACNUR

Através da rede social Twitter, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) pediu que "os refugiados sejam retirados da Papua Nova Guiné e de Nauru e deslocados para a Austrália" para que "possam receber apoio e cuidados adequados".

O ACNUR "exorta o governo australiano a tomar medidas imediatas para resolver a degradação da situação de saúde dos refugiados e requerentes de asilo nas instalações na Papua Nova Guiné e em Nauru", declarou uma porta-voz do organismo da ONU, Catherine Stubberfield, a jornalistas em Genebra.

"A Austrália deve agir para prevenir novas tragédias" naquelas ilhas, adiantou Stubberfield, assinalando: "o nosso próprio sistema de vigilância revelou que as taxas de automutilação e de tentativas de suicídio aumentaram consideravelmente, mesmo nos últimos meses".

Desde 2013 que Canberra tenta impedir que qualquer navio com migrantes -- muitos do Afeganistão, do Sri Lanka e do Médio Oriente - chegue às costas do país e, quando o conseguem, os migrantes são enviados para ilhas remotas no Pacífico.

A Austrália desmente qualquer mau trato aos migrantes.

Segundo o ACNUR, desde 2013, cerca de 3.000 refugiados e requerentes de asilo foram "transferidos à força" pela Austrália para centros situados na Papua Nova Guiné e em Nauru, 1.250 dos quais devem ir para os Estados Unidos no quadro de um acordo bilateral entre Canberra e Washington.

Dos que não vão para os Estados Unidos, cerca de 800 encontram-se em Nauru e 650 na Papua Nova Guiné, tendo 500 outros sido reenviados para a Austrália por razões médicas, indicam os dados do organismo da ONU.

O ACNUR exortou por várias vezes a Austrália a aceitar a proposta feira pela Nova Zelândia para receber os refugiados enviados para a Papua Nova Guiné e Nauru.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório