Meteorologia

  • 23 JULHO 2019
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 23º

Edição

Entra em coma após parto e acorda ao sentir bebé no peito

Jovem esteve 23 dias em coma.

Entra em coma após parto e acorda ao sentir bebé no peito

Ao dar à luz, Amanda Silva, de 28 anos, entrou em coma. Durante 23 dias, a jovem brasileira não deu qualquer tipo de resposta a nenhum tipo de estímulo sensorial ou auditivo. Mas tudo mudou quando a equipa médica decidiu colocar mãe e filho em contacto físico.

De acordo com o site brasileiro Veja, ao sentir a pele do bebé no peito, Amanda começou a chorar. De seguida, começou a reagir a vários estímulos e, menos de um mês depois de ter acordado, recebeu alta e foi para casa com o filho, Victor Hugo.

A jovem sofre de epilepsia desde os sete anos. Quando ficou grávida do seu terceiro filho, o médico sugeriu que interrompesse a medicação que tomava, para controlar a doença, porque poderia pôr em risco a formação do feto.

A partir desse momento, Amanda começou a ter convulsões frequentemente, mas não duravam muito tempo. Só que no dia do parto, durante uma discussão com o marido, a brasileira teve um ataque tão forte que a deixou em coma.

Amanda não se lembra do que aconteceu. Mas, segundo a publicação, o marido chamou, de imediato, a equipa de emergência médica. Ao dar entrada na unidade hospitalar, os médicos estabilizaram a jovem e decidiram fazer uma cesariana de emergência para evitar mais riscos para o bebé.

Amanda levou uma anestesia geral e deu à luz Victor Hugo, que nasceu com 2,1 kg. O bebé foi transferido para os cuidados intensivos pré-natais, onde permaneceu durante seis dias.

Enquanto isso, Amanda estava internada nos Cuidados Intensivos de adultos. Abria os olhos, mas “não respondia a nada, nem mesmo à voz dos familiares. Não mexia braços, pernas, nada”.

Perante a ausência de respostas, Fabiana Sá, uma enfermeira dos Cuidados Intensivos sugeriu à equipa médica que tentassem colocar o bebé em contacto com a mãe. Apesar de, num primeiro momento, a ideia ter provocado estranheza, os médicos responsáveis pelo caso decidiram tentar e depois de terem a certeza que o bebé não corria riscos, o milagre aconteceu.

A enfermeira colocou Victor Hugo no peito de Amanda, agarrou nos braços desta e rodeou o bebé. A reação, da jovem surpreendeu toda a gente, os batimentos cardíacos aceleraram e a jovem começou a chorar. Assim como toda a equipa que assistia a momento.

O acontecimento chamou a atenção e vai virar caso de estudo sobre a importância do contacto pele a pele entre mãe e filho.

Hoje em dia, Amanda está feliz com o marido e com os seus três filhos. Victor Hugo tem hoje em dia sete meses e está bem de saúde, assim como a jovem mãe.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório