Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2018
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 16º

Edição

EUA acabam com vistos para parceiros homossexuais de diplomatas

Companheiros ou companheiras dos diplomatas têm até ao final do ano para casar ou mudar o visto. Caso não o façam, terão de sair dos Estados Unidos. Medida está a ser alvo de críticas.

EUA acabam com vistos para parceiros homossexuais de diplomatas
Notícias ao Minuto

10:39 - 03/10/18 por Notícias Ao Minuto 

Mundo Nações Unidas

Os Estados Unidos vão deixar de conceder vistos diplomáticos a companheiros ou companheiras homossexuais de funcionários das Nações Unidas que não estejam casados.

Conforme dá conta a BBC, a nova diretiva entrou em vigor na última segunda-feira, 1 de outubro, e os companheiros dos diplomatas, caso não se casem ou alterem o visto, terão de abandonar o território norte-americano até 31 de dezembro.

“A partir de 1 outubro de 2018, os companheiros domésticos do mesmo sexo que acompanham ou pretendem juntar-se a oficiais recém-chegados às Nações Unidas devem facultar prova de casamento para terem direito a um visto G4”, lê-se no documento que as autoridades norte-americanas colocaram a circular nas Nações Unidas.

Os vistos G4 são concedidos a funcionários de organizações internacionais, como as Nações Unidas, e às respetivas famílias.

A medida está a ser criticada, sobretudo devido à enorme quantidade de países que proíbem o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Atualmente, a homossexualidade é ilegal em 71 países e reconhecida em 25.

A organização UN-GLOBE, defensora dos direitos LGBT na ONU, disse que a nova política do governo Trump é "uma infeliz mudança de regras" que pode causar problemas aos casais homossexuais não casados.

A nova diretiva prevê uma exceção para os parceiros do mesmo sexo de funcionários oriundos de países que não reconhecem o casamento entre homossexuais. Nesses casos, receberão um visto diplomático caso o governo do país em questão reconheça que os mesmos privilégios se apliquem aos parceiros do mesmo sexo de funcionários norte-americanos enviadas para aquele país.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório