Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2018
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 18º

Edição

Manuel Valls apresenta candidatura à presidência da câmara de Barcelona

O ex-primeiro-ministro francês Manuel Valls anunciou hoje a sua candidatura à presidência da câmara municipal de Barcelona, a segunda maior cidade espanhola, uma decisão inédita e arriscada que vem animar o debate político na Catalunha.

Manuel Valls apresenta candidatura à presidência da câmara de Barcelona
Notícias ao Minuto

19:07 - 25/09/18 por Lusa

Mundo Ex-primeiro-ministro

"Quero ser o próximo presidente de câmara de Barcelona", disse Manuel Vals, em catalão, numa cerimónia pública no Centro de Cultura Contemporânea da capital da Catalunha, colocando fim a vários meses de dúvida em relação às suas intenções de regressar à cidade em que nasceu há 56 anos.

Manuel Valls afirmou que "depois de algum tempo de reflexão" tomou essa decisão, assegurando que, desde que nasceu, a sua relação com Barcelona foi "intima e constante".

A apresentação de uma candidatura à liderança de Barcelona, depois da carreira política que teve em França, não deixa de ser uma decisão inédita na União Europeia, onde qualquer cidadão se pode apresentar nas eleições autárquicas de outro país desde a entrada em vigor do Tratado de Maastricht, em 01 de novembro de 1993.

Desde o fracasso das suas ambições nas eleições presidenciais de 2017 em França, Manuel Valls multiplicou as suas aparições em reuniões e manifestações contra o separatismo catalão, que teve o seu ponto mais alto em outubro de 2017 quando tentou ganhar a independência da região.

Manuel Valls, que apoiou o atual presidente francês, Emmanuel Macron, depois de não ter conseguido ultrapassar as primárias socialistas do ano passado, já tinha indicado em abril último que estava a ponderar candidatar-se à câmara de Barcelona.

Até agora, apenas recebeu o apoio do Cidadãos (direita liberal), um partido que defende a unidade de Espanha, que foi o mais votado nas eleições da Catalunha realizadas em dezembro de 2017, mas que não conseguiu impedir a formação de um Governo independentista.

Nascido em Barcelona em 1962, filho de pai catalão e mãe suíço-italiana, Manuel Valls cresceu em Paris e naturalizou-se francês aos vinte anos.

O ex-primeiro-ministro socialista francês (2014-2016) é um adepto do Futebol Clube Barcelona ("Barça") e aproveita todas as oportunidades para recordar suas raízes catalãs.

"É um candidato que não conhece Barcelona, que não é conhecido em Barcelona", criticou hoje o ex-presidente do Governo da Catalunha, o independentista Carles Puigdemont que está refugiado na Bélgica depois de ter fracassado na sua intenção de autodeterminação da região espanhola.

Por seu lado, o atual presidente regional, o também separatista Quim Torra, desejou hoje que Manuel Valls tenha um "fracasso importante" na corrida eleitoral que agora inicia, tendo ainda dúvidas sobre os seus conhecimentos sobre a Catalunha.

As eleições autárquicas em Espanha vão ser no mesmo dia das europeias, a 26 de maio de 2019.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório