Meteorologia

  • 15 OUTUBRO 2018
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 20º

Edição

"Sinto-me mal por ele", diz Trump sobre juiz acusado de abuso sexual

Donald Trump comentou esta terça-feira o caso do juiz Brett Kavanaugh, que foi nomeado por si para o Supremo Tribunal e que enfrenta agora alegações de abuso sexual.

"Sinto-me mal por ele", diz Trump sobre juiz acusado de abuso sexual

O presidente norte-americano afirmou, esta terça-feira, que se sente mal pela posição em que se encontra o juiz Brett Kavanaugh, cuja eleição para o Supremo Tribunal é agora colocada em causa após o surgimento de alegações de abuso sexual cometido nos anos 80.

"Sinto-me muito mal por ele", lamentou Donald Trump, a partir da Casa Branca, no seguimento de uma conferência de imprensa conjunta com o presidente polaco, Andrzej Duda, segundo cita a Bloomberg.

O presidente norte-americano, que nomeou aquele magistrado o Supremo Tribunal, lamenta que as alegações não tenham sido reveladas mais cedo. "Honestamente, sinto-me muito mal por ele", continuou.

Recorde-se que, já na segunda-feira, Trump tinha manifestado o seu apoio a Kavanaugh, quando este se mostrou disponível para  prestar declarações no Senado sobre o presumível abuso sexual, assim como a sua alegada vítima, Christine Blasey Ford.

Ford, sublinhe-se, descreveu a alegada agressão numa entrevista ao Washington Post publicada no domingo, depois de se tornar público, na semana passada, que a oposição democrata no Senado tinha tido acesso a uma carta com informação sensível sobre Kavanaugh. A carta foi enviada ao FBI para a realização de averiguações.

Os factos remontam à década de 1980, quando Kavanaugh e Ford ainda estavam no ensino secundário. A carta contém a descrição, feita por Ford, dos eventos de uma festa em que Brett Kavanaugh, embriagado, se aproximou dela e a tentou violar, tapando-lhe a boca e aumentando o som da música para que não se ouvissem os seus gritos.

Ford ter-se-á conseguido libertar do agora juiz e fugiu, facto que atribui ao nível de embriaguez do então adolescente. De acordo com a sua advogada, se Kavanaugh estivesse sóbrio, Ford tinha sido violada.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório