Meteorologia

  • 19 SETEMBRO 2018
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 20º

Edição

Duas centrais nucleares chinesas na trajetória prevista para o Mangkhut

Duas centrais nucleares estão na trajetória projetada do tufão Mangkhut, que deve atingir a China continental no domingo à tarde (manhã em Lisboa) e que levou as autoridades de Macau a emitirem o alerta máximo no território.

Duas centrais nucleares chinesas na trajetória prevista para o Mangkhut
Notícias ao Minuto

04:56 - 16/09/18 por Lusa

Mundo tufão

A central Nuclear de Taishan e a Central Nuclear de Yangjiang, ambas na província de Guangdong, informaram estarem preparadas para enfrentar o tufão, noticiou hoje o South China Morning Post (SCMP).

A central de Taishan informou via WeChat (o Facebook chinês) que as autoridades discutiram a melhor forma de lidar com a tempestade que se aproximava e que trabalhadores especializados conduziram investigações de segurança.

Equipes de resposta a emergências foram informadas e preparadas para a chegada do tufão.

"Todo o pessoal de emergência está nos seus postos e conduziu seus trabalhos preparatórios. A fábrica de Taishan está totalmente preparada para o tufão e tudo está em seu lugar ", pode ler-se na mensagem.

A Central Nuclear de Yangjiang informou que realizou inspeções nas suas unidades na manhã de quarta-feira e realizou uma reunião na quinta-feira para discutir a melhor forma de lidar com a tempestade.

Na última conferência de imprensa, as autoridades de Macau disseram ter criado um mecanismo de troca de informações sobre a situação nas centrais com as autoridades de Guangdong.

A tempestade tropical, que passou primeiro nas Filipinas, causou 25 mortos nesse país e um em Taiwan, de acordo com o último balanço das autoridades.

Em Macau, os Serviços Meteorológicos e Geofísicos (SMG) hastearam hoje às 11:00 (04:00 em Lisboa) o sinal 10 de tempestade tropical, o máximo na escala de alerta, com a aproximação do tufão Mangkhut.

Às 11:00, o Mangkhut, agora considerado pelos SMG um tufão severo devido a um ligeiro enfraquecimento, encontrava-se a 160 quilómetros de Macau, prevendo-se que esteja no seu ponto mais próximo do território, a 70 quilómetros de distância, pelas 12:00 (05:00 em Lisboa).

Os mesmos serviços preveem, nas próximas horas, inundações graves nas zonas baixas, chuvas fortes e ventos que podem superar os 118 quilómetros por hora.

O alerta vermelho de "storm surge" (maré de tempestade) continua em vigor e a subida do nível da água pode atingir os 2,5 metros, indicaram.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório