Meteorologia

  • 15 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Casal britânico morreu num hotel do Egito devido à bactéria E.coli

O casal adoeceu subitamente e a causa da morte estava envolta em mistério. A filha não acredita nos resultados da autópsia feita pelas autoridades egípcias.

Casal britânico morreu num hotel do Egito devido à bactéria E.coli
Notícias ao Minuto

17:32 - 12/09/18 por Notícias Ao Minuto 

Mundo Hurghada

Já é conhecida a causa das mortes de John e Susan Cooper, um casal britânico que perdeu a vida no passado dia 21 de agosto quando estava num resort em Hurghada, no Egito. Num comunicado oficial, o procuradoria-geral egípcia revela que a autópsia mostrou que a bactéria E.coli foi a causa da morte do casal, adianta a BBC.

Os exames 'post-mortem' mostraram que John Cooper, de 69 anos, sofreu uma disenteria aguda provocada pela E.coli e a sua mulher, Susan, de 63 anos, sofreu uma complicação ligada a uma infeção provavelmente causada pela E.coli. O procurador-geral salientou que os corpos do casal não exibiam sinais de “violência”.

Na semana passada, testes de higiene realizados no hotel onde o casal ficou alojado, o Steigenberger Aqua Magic Hotel, registaram níveis elevados da bactéria.

No entanto, a filha do casal, Kelly Ormerod, não acredita nos resultados divulgados pelas autoridades egípcias e afirmou à BBC que os sintomas dos pais não são consistentes com os sintomas associados à E.coli.

O quarto ao lado daquele onde estava o casal Cooper foi alvo de uma fumigação. Mas o responsável da empresa que levou a cabo esse trabalho, a Namaa Services, veio a público dizer que a fumigação respeitou os níveis de químicos autorizados.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório