Meteorologia

  • 18 DEZEMBRO 2018
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 12º

Edição

Caracas e estados de Vargas e Miranda às escuras devido a apagão

A cidade de Caracas, capital da Venezuela, e os estados vizinhos de Miranda e Vargas, estão novamente às escuras devido a um apagão que em algumas zonas do leste da capital durou apenas 45 minutos.

Caracas e estados de Vargas e Miranda às escuras devido a apagão
Notícias ao Minuto

19:14 - 09/09/18 por Lusa

Mundo Venezuela

O apagão ocorreu pelas 12h15 horas locais (17h45 horas em Lisboa) de hoje, e deixou também às escuras o Aeroporto Internacional Simón Bolívar de Maiquetía, o principal do país, no Estado venezuelano de Vargas (norte de Caracas).

Por outro lado, esta falha de energia obrigou à evacuação de dezenas de pessoas que estavam no teleférico que une Caracas com o cimo da montanha Waraira Repano, mais conhecida como Ávila, e que separa, a norte, a capital da Venezuela do Estado de Vargas e o Oceano Atlântico, explicaram várias pessoas à agência Lusa.

"Estou à espera, na fila, para poder subir ao teleférico. Faltou a luz e estão a evacuar várias pessoas. Não sabemos quanto tempo poderá demorar o apagão", disse Adrian Linares.

Com 25 anos e a terminar os cursos de comunicação social e de cinema, explicou que, como é domingo, e, em breve, vai emigrar do país para a Argentina, está disposto a esperar que reativem o serviço, porque quer ir ao Ávila "para levar uma imagem recente de Caracas vista desde o alto".

Ainda na capital, o apagão obrigou à paralisação do metropolitano.

Na Venezuela são cada vez mais frequentes as queixas de falhas no abastecimento de energia elétrica, uma situação que o Governo venezuelano atribui a sabotagem, enquanto diversos engenheiros atribuem à falta de investimento e de manutenção no setor.

Os apagões, que nos últimos meses estão a afetar também a capital, são mais frequentes em diversas regiões do país, entre elas o Estado de Zúlia, onde os residentes chegam a passar até cinco dias sem eletricidade.

Os produtores de gado das zonas do oeste e sudoeste da Venezuela têm-se queixado de que as falhas elétricas, de até 10 horas diárias, leva em média à perda de 90.000 litros de leite mensais, porque a falta de eletricidade impede refrigerar aquele produto, para conservá-lo perante as altas temperaturas locais.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório