Meteorologia

  • 17 DEZEMBRO 2018
Tempo
MIN 6º MÁX 9º

Edição

O grito de uma apresentadora belga contra o racismo. "Este é o meu país"

Cécile Djunga contou, num vídeo publicado nas redes sociais, alguns dos episódios de racismo de que já foi alvo. E disse que é preciso discutir o problema seriamente.

O grito de uma apresentadora belga contra o racismo. "Este é o meu país"
Notícias ao Minuto

14:49 - 09/09/18 por Notícias Ao Minuto 

Mundo Cécile Djunga

Cécile Djunga é apresentadora do programa de meteorologia da estação belga RTBF há mais de um ano, e, durante este período (e não só) já foi alvo de vários insultos racistas.

A apresentadora decidiu quebrar o silêncio sobre estes ataques constantes e, num vídeo publicado no Facebook, revela alguns dos episódios de racismo de que já foi vítima e realçou que é necessário debater seriamente o racismo na Bélgica.

Djunga recordou um episódio particular quando uma telespetadora lhe disse que ela era “demasiado preta”. “Vai para o teu país” é o outro dos insultos que a apresentadora ouve frequentemente.

“Acho que sou uma pessoa forte. Se não fosse, não estaria aqui. Mas sou humana. Aquele dia foi demasiado. Mas estou contente. Os negros, mas não só, estão a explicar o seu sofrimento. E temos de falar sobre isso. Não devemos ter vergonha”, afirmou Cécile Djunga.

O responsável pela rádio RTBF saiu em defesa da apresentadora e disse mesmo que Djunga tem recebido uma série de mensagens insultuosas mas que as tem ignorado. “Não há espaço para este lamaçal na Bélgica”, disse Jean-Paul Philippot.

O grito de revolta de Cécile Djunga surge, como afirma a própria, contra quem defende que na Bélgica não existe racismo. “Sou belga e eles vão parar de me dizer para ir para o meu país. Porque este é o meu país”, rematou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório