Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2018
Tempo
21º
MIN 19º MÁX 23º

Edição

Cigarro permite prender homem que matou mulher há nove anos

Polícia anunciou, em comunicado, a detenção de um homem que andava fugido há quase nove anos.

Cigarro permite prender homem que matou mulher há nove anos
Notícias ao Minuto

11:27 - 30/08/18 por Andrea Pinto 

Mundo Crime

A beata de um cigarro permitiu à polícia de Illinois identificar e deter o homicida de Holly Cassan, mulher que foi morta há cerca de nove anos.

A jovem de 22 anos foi morta dentro da sua casa móvel, em Mahomet, a 2 de novembro de 2009. Foi abusada sexualmente e esfaqueada 60 vezes.

Desde então, a polícia interrogou mais de 100 pessoas e fez dezenas de testes de ADN de provas encontradas no local do crime. Depois, comparou as amostras de ADN com bases de dados online, tendo então apontado Michael Henslick como um dos suspeitos.

Antes de deter o homem, a polícia perseguiu-o durante dois dias até conseguir obter uma amostra de ADN do mesmo. Os agentes viram-no a deitar a beata de um cigarro fora e foi esse o elemento que usaram para comprovar que o ADN do principal suspeito pertencia mesmo a Michael. O homem, de 30 anos, foi detido e preso.

Sabe-se que o homem e a jovem viviam no mesmo parque, andaram na mesma escola secundária e tinham pessoas conhecidas em comum. Após a morte de Holly, o homem esteve preso várias vezes, conta a Fox News.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório